Publicidade

Publicidade

Arquivo de maio, 2009

20/05/2009 - 21:21

A piada do dia

Compartilhe: Twitter

Contra a Super Aguri de 2006 podia?

Já falei no Zeroforce e repito aqui: a Ferrari está se prestando a um papel só menos ridículo do que o episódio Áustria/2002. O comunicado de repúdio às prováveis novas equipes da F1 de 2010 é lamentável.

A impressão é a de que se fala de uma celebração da grã-finagem, não de uma competição esportiva. “Olhando a lista, divulgada ontem em Paris, não se vê um único nome famoso”, diz o texto. “Nenhum que esteja disposto a gastar € 400 por pessoa em um camarote, mais o transporte e a hospedagem.”

Ah, então a F1 deve ser isso: uma reunião de ricaços gastando seus milhões de dinheiros em camarotes, convidados, motorhomes suntuosos, um verdadeiro ícone da soberba.

A F1 da soberba quase fez desta temporada a maior vergonha do automobilismo. Por pouco, a suposta elite do esporte-motor não começava o campeonato de 2009 (veja, 2009!) com 18 carros.
Wirth Research, Lola, USF1, Epsilon Euskadi, RML, Formtech, Campos, iSport. Algumas delas são de legítimos racers, outras não. Algumas propostas parecem sérias, outras não. Mas este é o preço: Max ajudou a fabricar a categoria que estremeceu diante da saída de UMA montadora, e agora se vira para tentar fazer de seu produto mais valioso algo viável para o futuro. Talvez limitar os orçamentos em R$ 127 milhões não seja a melhor das ideias, mas não é fazendo birrinha que se resolve isso.

Ao dizer que a ideia de Mosley criaria uma espécie de GP3, a Ferrari pergunta: “Pode um Mundial com essas equipes ter o mesmo valor de hoje, com a Ferrari e com os demais times que ajudaram a criar este esporte?”

com Roberto Moreno, a única classificação da Andrea Moda

Ué, mas a Ferrari não tem 50 anos de história na F1? Não dividiu o mesmo final de semana com Minardi, Osella, Andrea Moda, Zakspeed, Eurobrun, Lola, Pacific, Simtek?

Em 2006, a mesma Ferrari que não vê nível nestas novas equipes pequenas não correu contra uma Arrows/2002 vestida de Super Aguri? Não correu contra uma equipe que era 3s mais lenta? Que tinha Yuji Ide em sua dupla?

Mosley queria rachar a Fota. Conseguiu. Queria isolar a Ferrari. Ainda não. Mas que os vermelhos sentiram o golpe, sentiram.

[Felipe Paranhos]

Autor: - Categoria(s): F1, Regulamento de 2010 Tags: , , ,
20/05/2009 - 13:34

Sem tempo para muita coisa…

Compartilhe: Twitter

Só para dizer que, bom… pelo jeito, perdi completamente ao duvidar de Mosley e Montezemolo.

Não sei onde isso vai parar, e continuo não acreditando em um Mundial de F1 sem a Ferrari. Talvez, mesmo com a marca fora, ainda sobreviva de alguma maneira, fornecendo motores, algo do gênero… mas os carros vermelhos parece que podem, sim, não pintar no ano que vem.

Bueno, estou bastante surpreso com tudo isso, não posso negar. Mas a correria é grande e, quando tiver um tempinho (em 2012, por aí), falo mais sobre isso.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
19/05/2009 - 12:53

Lewis, o 'dançarino', pode se casar em breve

Compartilhe: Twitter

Dizem que quem tem sorte no jogo, tem azar no amor. Bem, para Lewis Hamilton, o ditado é o inverso. Depois de conquistar o título mundial em 2008, o inglês vive atualmente uma temporada bem infeliz, sofrendo com os problemas do carro da McLaren. Enquanto sofre na F1, está a mil maravilhas no seu relacionamento com Nicole Scherzinger, cantora do grupo Pussycat Dolls.

E, no nosso momento Nelson Rubens (ok, ok!), lá vai uma novidade: os dois podem ficar noivos muito em breve. Em entrevista repercutida pela imprensa inglesa, Nicole afirmou que está pronta para casar com Hamilton. Ela já até imaginou suas companheiras de grupo como madrinhas do casamento. “Mas eu tenho de ficar noiva antes. Seria ideal no fim de julho”, falou Scherzinger.

Afora casamentos e afins, Nicole também revelou que Lewis é um namorado exemplar. Ele até virou fã do Pussycat Dolls, mostrando sua dedicação à amada. “Ele consegue cantar bem. Ele conhece várias das nossas músicas”, disse a cantora, para depois mostrar sua preocupação. “Lewis até sabe algumas das nossas danças.”

Vocês acham que se a carreira de Lewis Hamilton não decolar mais na F1, ele teria jeito para formar uma “boyband”?

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,
18/05/2009 - 11:08

Aliás…

Compartilhe: Twitter

Hoje completamos uma semana de blog.

Ainda não temos (ou, ao menos, eu não tenho) a frequência desejada de postagem. Mas, ao contrário de uns e outros, não sou milionário para me dar ao luxo de viver de blog (mentira, eles também não são). E, por isso, as vezes os assuntos acabam passando ao largo enquanto estou trabalhando aqui, ou no outro emprego, ou na aula.

Mas, enfim, quero saber a opinião de vocês: gostaram da ideia? Sentem falta de algo? Gostariam de algo diferente? Mais off-topics, mais fotos, seções fixas, historinhas, curiosidades, vídeos da Alexis Texas?

Não prometo fazer nada do que vocês opinarem, mas vou ficar realmente faceiro se as respostas forem positivas ou derem boas sugestões.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Off-topic Tags: ,
18/05/2009 - 10:59

Politik

Compartilhe: Twitter

Pois, os nobres comentaristas acertaram a mão na primeira pergunta feita pelo Felipe, sobre o que deveria fazer Alex Tagliani. A Conquest agradeceu Bruno Junqueira pela classificação, prometeu uma carta de recomendação no futuro e deu o carro do brasileiro ao canadense, que vai disputar as 500 Milhas de Indy. Aposto um café com quem quiser que o Tagliani não completa essa bagaça — e mais: um EXU baixou em mim agora e disse que ele vai bater na volta 28. Melhor não duvidar.

Do outro lado do Atlântico, Max Mosley diz que os times que não enviarem suas inscrições a tempo podem fazer isso depois, mas pagando multa e só com espaço disponível. Mas, pouco a pouco, começa a baixar o tom.

Se bem que essa versão atacada do Mosley parece dar sempre um tiro e um afago. Em um dia, detona a Ferrari; no outro, avalia a possibilidade de os times participarem. Assim, mantenho minha outra aposta: logo essa bobagem toda vai ser contornada, e a F1 segue como dantes em 2010.

Ainda bem que ninguém aposta comigo, senão corria o sério risco de ficar (ainda mais) pobre. Mas, seguimos.

Ah, sim, o título do post rende uma homenagem a uma das grandes bandas da atualidade.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): 500 Milhas, F-Indy, F1, Regulamento de 2010 Tags: , , ,
17/05/2009 - 23:43

Duas perguntas sobre Indy

Compartilhe: Twitter

Crianças, fiquei curioso neste fim de domingo de Bump Day:

* O que Alex Tagliani deve fazer, depois de tomar uma tunga do Junqueira, que só fez oito voltas com o carro da Conquest antes de entrar na pista e tirar o companheiro das 500 Milhas?

* Quem vocês acham que vai ganhar a prova? Já é no próximo domingo…

(Felipe Paranhos)

Atualização às 12h20 de 18/05: Sou um tanga. Achei que a maioria fosse cair nessa minha sobre o Tagliani. Tava doido pra fazer um post hoje com uma foto do Sérgio Mallandro e seu “rááááááá!”.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
15/05/2009 - 13:56

Como NÃO era de se esperar…

Compartilhe: Twitter

Incrivelmente, tomei um tombo nessa. Nada de acordo, bradam os noticiosos diretamente da velha Álbion. FIA e FOM (e possivelmente Williams, McLaren e os possíveis novos times) de um lado, Ferrari e a velha-mas-nem-tão-velha guarda assim do outro.

E agora?, perguntam-se os incautos.

Bom, agora é esperar para ver quem vai ceder primeiro. Ou alguém acredita realmente que a Ferrari, principalmente, vai ficar sem correr em 2010? Ou que vamos ter um ano todo sem os carros vermelhos? Eu, não.

Pode até demorar, e a briga — ou as intenções que motivaram a discussão — parece ser convicta. Mas uma hora eles cedem, podem crer.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Regulamento de 2010 Tags: , , , ,
14/05/2009 - 11:49

Como era de se esperar…

Compartilhe: Twitter

começou a amaciação para o lado da FIA.

Nada inesperado. Por mais que essa briga seja séria — e me parece que é, sim —, ninguém imagina que a F1 vá contar apenas com a McLaren e a Brawn de vitoriosas no ano que vem. É algo que não funciona para as equipes, não funciona para a FIA e muito menos para Bernie Ecclestone.

Com a reunião marcada para sexta, não é de se duvidar que cheguemos ao final de semana com tudo definido e todos felizes para sempre.

Preocupação eu tenho em contar com o Tite na casamata. O resto, como vão demonstrando Briatore e seus asseclas, é negociável, e tudo se resolve no final.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
14/05/2009 - 10:37

Largada atrasada

Compartilhe: Twitter

O atraso da minha apresentação não foi proposital. Pelo contrário. Problemas de saúde me deixaram de molho desde segunda à noite. Voltei à labuta nesta quinta, mas ainda meia-bomba.

Eu, Marcus Lellis, tenho um blog que gosto de reviver e abandonar, é a falta de costume de blogar. Acredito que o BloGP vai me criar essa rotina e estou muito animado para promover debates, expor opiniões e criar uma comunidade de blogueiros. Vejo isso com o Flavio, com o Victor, com outros blogueiros do Brasil, espero que nós possamos fazer o mesmo.

Ah, uma curta apresentação minha: natural de Santos, 24 anos, admirador de automobilismo (mas, confesso, amo, mesmo, futebol), fã de esportes (sem ligação com a ESPN… hehe), jornalista há quatro anos, com passagens pela Santa Cecília TV (de Santos) e TV Globo/SporTV.

É isso aí! Foi dada a largada.

Autor: - Categoria(s): apresentação Tags: , , ,
13/05/2009 - 11:49

Fota x FIA: insuportável

Compartilhe: Twitter

Toda a elegância e o amor de Briatore e Elisabetta Gregoraci

Enchi o saco dessa disputinha das grandes da Fota com a FIA. Até porque todo mundo sabe que a Ferrari vai continuar na F1, já que estas vivem em relação de mutualismo (boto pra lenhar em Biologia, rapá). E como o máximo que pode acontecer é a Toyota ou a Renault não ganhar nada esse ano e usar a FIA como justificativa pra sair, fico com a impressão de que Max e Bernie têm ideias infelizes, mas ceder demais às equipes pode ser extremamente prejudicial ao automobilismo.

Por exemplo: talvez esteja errado, mas não me lembro de nenhuma equipe justificar sua decisão assim: “O teto orçamentário a gente aceita, a gente só não quer o grid dividido em dois regulamentos”, ou “Olha, se o teto fosse de £ 70 milhões e com as restrições técnicas pra todo mundo, tudo bem”, mas não, a história é “Não perguntaram o que a gente queria, então vou levar a bola pra casa e não brinco mais”.

Aí o Mosley se reúne com as equipes, chegam a um acordo e jogam no lixo a chance de termos um campeonato em 2010 com 26 carros — ou até com pré-classificação, para meu delírio. Tudo porque, conforme o Briatore, a F1 tem de ser a Daslu do esporte a motor, não pode ser uma “loja de descontos”.

Fazer da F1 a representante do luxo e das montadoras quase fez esta temporada 2009 ter só nove equipes. São uns piadistas, estes rapazes.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
Voltar ao topo