Publicidade

Publicidade

Arquivo de junho, 2009

30/06/2009 - 10:57

Folga de piloto

Compartilhe: Twitter

Você fica curioso para saber o que os pilotos fazem enquanto estão de folga? Pois veja só:

Imagens cortesia da Hyset, e o piloto que levou a câmera onboard foi o Carlos Almeida (conhecido aqui e alhures como Casé), de 15 anos. Nos links depois do vídeo, há a continuação da corrida, que ele levou. E, sim, aqueles capacetes e macacões são de quem vocês estão imaginando, mesmo.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Kart Tags: ,
29/06/2009 - 18:48

Um ponto. Grande vitória.

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Acho que vocês se lembram da minha primeira experiência com o automobilismo virtual. A Grande Prêmio Racing havia se inscrito para o Mundial de 2010 e Victor Martins mandou eu adquirir experiência para o caso de sermos escolhidos.

A equipe até já havia sido formada pelo desagradável editor-chefe: ele e Gomes cuidariam da estratégia, Evelyn ficaria como grid-girl, Lellis seria o assessor e Chico Luz seria entregue à captação de recursos financeiros. Mas, como vocês sabem, Mosley refutou nosso interesse. E a GPR me abandonou. Martins não atendia mais minhas ligações e soube por meu agente que Gomes transferiu os esforços e as finanças do natimorto time para o Meianov.

Sem patrocínio e sem equipe, tive de dar um passo atrás na carreira. Daniele Ferraz, chefe de equipe, piloto, projetista e copeira da Playboy Racing, me convidou para uma das quatro vagas da equipe na T-Light — categoria de Turismo para iniciantes do F1BC. A decisão foi difícil, mas decidi aceitar.

Assumi o carro #50. Era de outro cara, que desistiu. O nome dele segue na carenagem. Ó vida, ó azar. Além de tudo, ainda corro com um tal de Vinicios da Matta impresso no vidro. Mas tudo bem. Graças à briga FIA x Fota, perdi a etapa de Hockenheim, o que me deixou bastante feliz com Mosley e Montezemolo, dois fofos desse jogo midiático ridículo.

Na quinta (25), chegamos ao circuito de rua de Birmingham para a prova. Na classificação de cinco voltas em até dez minutos, consegui o 26º tempo entre 32 carros — não tão mal para quem corre de teclado contra os volantes que só faltam guiar sozinhos.

(Brincadeira. Quanto melhor o volante, mais trabalho dá. Ô inveja. Mas de teclado é ruim mesmo.)

Alertado por Daniele, João Victor e Fernando Passos, meus companheiros de equipe, pus na cabeça que fugiria de eventuais disputas por posições na primeira curva. O estreito circuito inglês era palco para carambolas históricas. E assim foi. Acabei encontrando um carro rodado à minha frente, um ou outro toque, mas saí ileso da confusão, no honroso 20º lugar. Com um ritmo 3s mais lento por volta que os líderes, só me restava tentar não atrapalhar ninguém.

Tomando cuidado para não rodar, me aproveitei dos erros dos outros para ganhar posições. Mas, como disse, eu era bem mais lento que os rivais. Se na classificação havia feito 1min41s, já bem acima dos ponteiros, fazia 1min42s alto durante a prova. E veio o estalo: não trocar pneu nas paradas nos boxes. Assim, ganharia tempo. Como não fazia uma condução arrojada, não estava desgastando muito o jogo com que comecei a prova.

(Outra gozação. Sou uma piada como piloto. Achava que só era preciso sinalizar a quantidade de gasolina a colocar nos pits. Por isso, os “mecânicos” do jogo nem olhavam para os pneus. Acabou sendo bom.)

Deu certo. Consegui me manter entre o 18º e o 22º lugares, mesmo facilitando as ultrapassagens de quem vinha mais rápido do que eu. No terceiro trecho da prova, após a segunda parada, o presente veio. Alguns carros à frente abandonaram, outros bateram, e eu alcancei o 15º posto, o último dos que pontuavam.

Um ponto apenas. Mas só tenho a agradecer àqueles bonequinhos virtuais vibrantes, com amor à camisa, que não trocaram meus pneus e me levaram ao top-15.

Este é o compacto da corrida, com narração de Rodrigo Wizard. Atenção à perícia do piloto em 5:50, ao conseguir evitar um acidente com um infeliz que vinha atravessado na pista.

Autor: - Categoria(s): Virtual Tags: , ,
29/06/2009 - 12:07

O melhor

Compartilhe: Twitter

EFE

Essa foto diz tudo que precisa ser dito sobre Valentino Rossi, que conquistou neste sábado sua 100ª vitória na MotoGP — em todas as classes, que fique claro. Ninguém no mundo da velocidade tem tanto carisma quanto o italiano — e poucos têm se formos levar em conta todos os esportes.

E, obviamente, nada disso é de graça. Rossi é o maior piloto que eu já vi na minha vida, considerando qualquer porcaria com um motor e pneus de borracha. Vivi o auge da era Schumacher e sei o quanto o alemão era sensacional, mas Rossi consegue ser, além de melhor do que a rapa, ainda um verdadeiro show-man.

Minha listinha histórica (lembrem-se que sou de 1985 antes de criticarem) tem, nas cinco primeiras posições, os seguintes:

1º Valentino Rossi
2º Michael Schumacher
3º Fernando Alonso
4º Sébastien Loeb
5º Mick Doohan

E vocês? Quem são os seus melhores pilotos de qualquer coisa?

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Listas, MotoGP Tags: , , , , ,
26/06/2009 - 01:00

Impossível crer

Compartilhe: Twitter

Michael Jackson - Getty Images

Acho que todo mundo deve ter feito, ou ao menos pensado, em uma lista de pessoas que acham que nunca vão morrer. Algumas são clássicas, como Silvio Santos, por exemplo, e a Dercy, que causou um capote em todo mundo no ano passado.

Pois a minha lista era muito ruim, pelo jeito. Tinha o Brizola, o Roberto Marinho e o Michael Jackson. Como não acreditei direito na morte dos dois primeiros, não consigo crer também que é verdade que o rei do pop já era também.

Poucas pessoas tiveram uma história de vida tão controversa. Genial desde pequeno, exigido como um popstar que era, apanhou do pai, cresceu, virou ainda mais gênio, passou de negro a branco, explodiu em suspeitas de pedofilia e, por fim, virou uma bizarria sem tamanho nos últimos doze anos. Uma passagem marcante, sem dúvidas.

Muita gente agora vai lembrar de todos os escândalos. Como não sou juiz e era fã desde pequeno do grande Jackson, segue o clipe da melhor música que ele já fez na breve e intensa vida. Não sei se ele morreu realizado, satisfeito ou deprimido, mas sei que marcou. E, no fim, é isso mesmo que acaba valendo.

Descanse em paz, Michael.

Um abraço,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Música, Off-topic Tags: ,
25/06/2009 - 11:17

O comentário definitivo sobre a crise entre FIA e Fota

Compartilhe: Twitter

(Antes de ela acabar, obviamente):

Um abraço,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
24/06/2009 - 09:23

Na troca entre FIA e Fota, Mosley é quem perdeu mais

Compartilhe: Twitter

Habemus paz. FIA e Fota anunciaram que chegaram a um acordo nesta quarta-feira (24). O racha da categoria não durou mais do que uma semana. A F1 continuará como está. E o acerto só foi possível porque Max Mosley e equipes decidiram fazer uma troca simples.

Está claro: a Fota cedeu de um lado, aceitando a redução de gastos, e Mosley cedeu do outro, aceitando sair de cena de vez, não concorrendo à reeleição à presidência da FIA em outubro.

Simples, mesmo. Você faz isso, que eu faço aquilo. Todo mundo ganha e perde. Mas quem perdeu mais?

Minha opinião: depois de 12 rounds, Mosley perdeu por pontos. Foi obrigado a se retirar. E Ferrari, McLaren e demais seguem no jogo.

Atualização: na correria, disse que as equipes aceitaram o teto de £ 40 mi. Interpretei mal os diversos textos que li antes de escrever essa nota. Mas o velho Max disse que as equipes aceitaram reduzir os gastos e devem chegar a um orçamento parecido ao do início dos anos 90 nas próximas temporadas. Ou seja, os times também foram obrigados a engolir um pouco do seu orgulho.

Marcus Lellis

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
22/06/2009 - 18:17

Flamengo não deve ter Tuka Rocha na F-Superliga

Compartilhe: Twitter

Tuka Rocha em Vallelunga/2008

O Flamengo deve anunciar nesta terça-feira (23) piloto e equipe com os quais irá disputar a temporada da F-Superliga, que começa neste sábado (27). Ao que tudo indica, Tuka Rocha, que representou o rubro-negro em 2008, não será escolhido. Motivo? A crise.

No ano passado, a maioria dos pilotos que correram o campeonato não eram pagantes. Com o caos financeiro e a queda no número de patrocinadores para a categoria, o dinheiro dos pilotos passou a ser necessário. Inclusive, a Astromega, time que carregava o vermelho e o preto do clube carioca, deixou a Superliga na última sexta-feira.

O Flamengo é um dos clubes que precisará do aporte financeiro. E Tuka não tem esta grana. Portanto, a menos que algo mude repentinamente, o carro do Fla não o terá no cockpit. O piloto mais próximo de acertar com o Fla é também brasileiro e já tem os patrocinadores para tal.

Como diria Victor Martins, informei.

P.S.: Fontes me confirmam que, ao menos até a semana passada, Antonio Pizzonia — que correu parte do campeonato de 2008 pelo Corinthians — passou pelo mesmo problema de Tuka.

[Felipe Paranhos]

Atualização às 7h34 de 23/6: Enrique Bernoldi foi anunciado como o piloto. A equipe será a Delta/ADR. Pizzonia conseguiu fechar com o Corinthians.

Autor: - Categoria(s): F-Superliga Tags: , , , ,
21/06/2009 - 10:31

Mágica no absurdo

Compartilhe: Twitter

Alguns aqui já sabem que eu adoro a GP2. Se pudesse, cobriria todas as corridas. A semelhança entre os carros e no nível dos pilotos, quase sempre talentosos e inconstantes, costuma deixar as corridas mais imprevisíveis e emocionantes — não foi o caso de hoje, segundo o relato do Chico.

Mas é impressionante como o formato da categoria prejudica quem assiste. Primeiro: em todas as classificações, há punição por bloqueio — aquela quando um piloto atrapalha a volta do outro. Por motivos óbvios: são 26 carros para fazer seus tempos em meia hora. Não dá outra. Mas os caras preferem dar punição a mudar o formato do treino classificatório.

Da mesma forma, deram punição a mil carros em Mônaco por cruzar a Sainte-Dévote na largada. Só que a sanção saiu oito horas depois do fim da prova. É brincadeira, né? Não querem que ninguém assista…

Ainda assim, os rapazes fazem da categoria a mais legal hoje em dia. Aos poucos, inclusive, esta temporada vai se aproximando da normalidade, com Romain Grosjean fazendo suas besteiras e Lucas Di Grassi se aproximando aos poucos. Grosjean tem 40 pontos, seu companheiro Vitaly Petrov 33, Pastor Maldonado e Nico Hülkenberg — ambos da ascendente ART — 26, Di Grassi 24.

A diferença entre Grosjean e Lucas, que já foi de 18, 23 e 15 pontos, é agora de 16. O carro da Campos Addax é, neste ano, o melhor disparado. A Racing Engineering caiu um pouco, como tem acontecido com as equipes que ganham campeonatos — vide ART pós-Hamilton/2006 e iSport pós-Glock/2007. Ainda assim, acho que a temporada vai ficar mais acirrada daqui pra frente. Veremos, pois.

Quem vocês acham que leva a GP2 neste ano?

[Felipe Paranhos]

Autor: - Categoria(s): GP2 Tags: , , , , ,
20/06/2009 - 15:51

É amanhã?

Compartilhe: Twitter

Sabe aquelas coisas que tem a cara de um piloto? Então… Acho que amanhã, ponto culminante de um final de semana em que o mais esperado é o resultado da briga nos bastidores e não na pista, sai a primeira vitória de Rubens Barrichello no ano. Apesar de eu achar que Vettel e Webber, pela lógica, têm um ritmo muito mais forte. Vettel, por exemplo, é o mais pesado dos dez primeiros. E marcou uma volta maravilhosa na classificação.

China, 2004

Mas, como disse, são aquelas coisas que acontecem mais com um do que com outros. Então, nada mais a cara de Barrichello do que vencer no final de semana em que as pessoas não estão tão preocupadas com quem vence ou perde a corrida.

E para você, leitor, quem vence? Será mais uma de Vettel? A décima de Rubens? A primeira de Webber?

[Felipe Paranhos]

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,
19/06/2009 - 05:45

It's the end of the world as we know it

Compartilhe: Twitter

Uma quinta-feira de folga. Necessária, depois de uma noite de cabeça inchada por conta disso.

Ir dormir às 5h30, depois de finalmente arrumar um tempo (por conta do maldito jogo, que VAMOS VIRAR NO BEIRA-RIO) para assistir ao dvd do NOFX comprado há duas semanas; acordar ao meio-dia; ir para o outro trabalho; voltar para casa; terminar em 20 minutos um trabalho que vale o semestre na faculdade; ir para a aula; passar na namorada; voltar para casa ver quem terá a responsabilidade de tirar teu rival da Libertadores; acompanhar a repercussão.

E então, só então, ler os emails e voltar à internet. E aí o mundo caiu.

Não há muito o que dizer. A perplexidade é total aqui nas bandas sulinas do Grande Prêmio. E, por isso, vou publicar a única coisa em que pensei quando comecei a ler o comunicado da Fota, ainda no email e sem saber o que ele continha de verdade:

VENCEREMOS (e aqui falo da Copa do Brasil),
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
Voltar ao topo