Publicidade

Publicidade
16/06/2009 - 13:38

Todo poder aos sovietes

Compartilhe: Twitter

Eu sei, vocês não aguentam mais esse assunto, e podem acreditar que eu também não. Mas é que agora estou realmente vislumbrando a nova ordem mundial — e, bem, ela não me parece nada ALVISSAREIRA.

Pois, se não bastasse eu ter que contar com a perspectiva de duas vezes mais trabalho (GRECIN 2000 agradece a ajuda de Mosley e cia.), eu realmente comecei a simpatizar com a causa governista. E me surpreendi com isso.

Mas não consigo ver nada absurdo nas alegações mostradas por Mosley na bíblia escrita nesta manhã pela FIA. A Fota não está disposta a cooperar e, se queria mesmo criar uma nova categoria, que criasse. Essa MUMUNHA toda está realmente enchendo o saco, e estou dando toda a razão do mundo ao Marquês de Sade da Place de la Concórde.

E, se a coisa realmente descambar para aquilo que ninguém quer — a divisão da F1, a criação de uma nova categoria, Ferrari de um lado e a FIA do outro –, começo a achar, e a TORCER, para que os federados ganhem essa parada. Os motivos estão bem claros, e até agora não vi nenhum contraponto que tenha sido tão claro e cristalino quanto este.

Um abraço,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “Todo poder aos sovietes”

  1. Vilton disse:

    Realmente não dá para discordar dos argumentos colocados pela FIA, se a FOTA se diz tão preoculpada com o DNA tecnólogico da F-1 não é muito mais lógico trabalhar com um orçamento menor e mais liberdade criativa, do que criar limitações e padronizações de componentes? Não gosto da idéia de divisão, mas se acontecer com certeza vou torcer para que a FOTA se fota (principalmente a Ferrari e seu presidente almofadinha).

  2. Conrado Freire disse:

    Po… “Claro e cristalino”!? Que isso…
    Não tem NADA de novo nessa carta.

    Bem… a FIA posou de coitadinha e estão todos agora agindo como se a FIA não fosse a principal culpada do problema financeiro da categoria! Mas é.

    Foi uma baita jogada política esta carta, que não trouxe nada de novo! Se agora vcs (imprensa, pois vi aqui, no blog do FG, entre outros, opiniões similares) são a favor da FIA, é pq ela escreveu direitinho o texto, tendenciando tudo pro lado dela…

    .O KERS, contra a redução de custos, idéia de quem!?
    .O congelamento do motor, a favor da LIMITAÇÃO técnica, foi idéia de quem!?
    .As regras dúbias, idéia de quem?!
    .Mudança na pontuação, idéia de quem?!
    .Mudança no sistema classificatório… de quem!?
    .Pneus sulcados, idéia de quem?!
    .ECU padrão, idéia de quem?!
    .Grupo de Trabalho pra Ultrapassagens, idéia de quem!?

    DA FIA – que é quem DITA as regras de um esporte que ela NÃO participa. A Ditadura está pedindo por democracia! É sério que vcs não enchergam o paradoxo!?

    Raios… Max Mosley já deixou bem claro que quer até motor igual pra todo mundo! Só falta chassis…..! Ridiculo! Ele quer MUDAR a F1 e isso TAMBEM ESTÁ CLARO, faltou isso na carta dele.

    A FOTA (UNIÃO de todos os times) e o Montezemolo, ao contrário do que diz na carta, deixam claro que quer a redução de custos e deixa claro tambem, que é a favor do teto orçamentário! Isso foi visto em diversas entrevistas ao longo do ano, publicada nos mesmos lugares de onde veio esta carta.

    A FOTA não é a favor dos 40 milhões impostos pela FIA. Mas já deixou CLARO que é a favor de um teto, com um valor maior que este, como 100 milhoes, como já fora comentado por diversos dirigentes. Além disso, já foi dito – até na carta – que os times presentes, apoiarão tecnicamente a entrada de novas equipes!

    Em suma… esta carta não quer dizer nada, além de “povo mundial, somos os coitados e queremos democracia pra todos! Vejam pelo nosso lado!”

    … ok… mas vcs (FIA) que ditam.

    Me irrita ver em como o ‘povo’ cai fácil nessas conversas.
    A FIA está fazendo todos de palhaços na minha opinião: espectadores, pilotos, equipes, imprensa, organizadores… todos.

    Quem Mosley pensa que é, pra “não entender que as fabricas atoladas em divida e falindo uma por dia, podem ser contra o teto orçamentário na F-1…”???

    São elas que gerem seus negócios e a maneira como ela participa do esporte não cabe a ele… e sim à FOM de Bernie Ecclestone, que claramente está em cima do muro nisso tudo. Por que será!?

    Não dá pra tirar razão da FOTA, tambem, quando ela reclama por instabilidade nas regras, non-sense tecnologicas… qndo ela reclama que não tem participação nas regras do esporte que ela mesmo participa, desenvolve etc….

    A FOTA foi criada justamente por conta dessas controvérsias todas, que a FIA faz questão de impôr, desde que gere o esporte. A FOTA é constituída de todas as equipes e sua opinião é baseada em todos aqueles que participam do esporte. ISSO é democracia no esporte.

    É errado dar poderes a uma unidade dessas!?

    A FOTA não é Montezemolo, nem Ferrari – cuja FIA deu privilégios década atras e agora ta reclamando -, a FOTA são todos os times da F1.

    E todos os times da F1 não estão contentes com a postura da FIA há anos.

    Quer expressão maior disso, do que a criação da própria FOTA!?

    Do meu ponto de vista, a FIA está vendo que ela detém de algo que não devia lhe pertencer e por razões obvias, quer manter assim.

    Por que raios a FIA não fica só de juíza nisso tudo!?!

    Se for pra agir contra as montadoras, que seja fora do esporte, que onde realmente é o mercado que lhe concerne.

    Abraços.

    p.s.: só peço pra refletir o seguinte: por que existe a FOTA, hoje?

    Resposta do Francisco Luz:

    Conrado, eu nunca disse que achava a FIA coitadinha ou coisa que o valha. Bem pelo contrário: acreditava, até então, que cabia a Mosley grande parte da culpa pelo quiprocó todo. Mas o que se viu no último final de semana foi o sinal claro que de que a Fota não se contenta apenas com o atendimento das suas medidas — Montezemolo foi bastante claro ao dizer, em Le Mans, que quer um comando diferente na FIA.

    Então, tudo se resume a isso: briga pelo poder, briga para ver quem vai ganhar mais grana. E esse tipo de coisa, sinceramente, não tem meu respeito.

    Quanto aos motivos da existência da Fota, já havia predito o que seria dela em um exercício de clarividência aqui, ó: http://grandepremio.ig.com.br/2009/05/27/e-a-fota-hein/

  3. Tiago S. disse:

    Cara eu também, já mudei de lado nessa história algumas vezes mas agora parece que realmente as coisas ficaram bem claras pra todo mundo. Estou convicto que está nova F-1 é o melhor para o esporte, e aqueles que gastarem rios de dinheiro que montem a sua.

    Mas parece muito obvio quem vai rir no final, ano que vem vai ser um tal de comparar a F-1 com a tal nova categoria, que certamente deve ter os carros mais velozes. Só que, por quanto tempo?

    Não é dificil imaginar a tal nova categoria começar ir mal das pernas e ver as primeiras equipes tentando voltar para boa e velha F-1.

    A boa vai ser se correr cada uma em um fim de semana, com duas emissoras transmitindo, ai sim vão fazer bem para o esporte.

  4. Vicaria disse:

    1. Traduzir essa merda foi foda…
    2. Tive a mesma sensação que você.
    3. Apesar de ele gostar de apanhar na bunda, ele está certo.
    4. Amanhã sou verde, branco e colorado

    Resposta do Francisco Luz:

    1. Traduzir essa merda foi foda… [2]
    2. Amanhã sou colorado, verde, branco e CARAQUEÑO.

  5. Tiago Nunes disse:

    E como em todo comunismo que se preze, os “sovietes” ficam com a maior parte do bolo arrecadado…

  6. Geckodriver disse:

    Já encheu o saco mesmo essa novela. Pra ficar adiando mais… Até desanimei de ver as corridas. Os treinos, nem vejo mais…
    Coitado do Button, que vai ser campeão num ano que a política ficou mais visível que o esporte. Vai seguir os passos de Mansell: “Foi campeão? Manero né?”

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo