Publicidade

Publicidade
10/10/2009 - 17:46

Patriotada strikes again

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Quando li o texto pré-GP do Brasil da Red Bull, falei ao pessoal: vai dar merda. E deu. Vuvuzelas de todo canto e até jornalistas conhecidos — caso da blogueira Rosana Hermann — estão criticando o release, que brinca com características deste país que são conhecidas no mundo todo: violência, bebidas, travestis, mulheres sensuais. E muitas delas são verdades, criticadas pelos brasileiros todos os dias, só que tratadas de maneira bem-humorada.

O comunicado à imprensa fala em perguntas para as quais se deve dizer não:

– Este Rolex é verdadeiro?
– Gostaria de uma oitava caipirinha?
– Devo parar no sinal vermelho?
– Você gostaria de conhecer uma garota muito bonita que eu conheço?
– Esta é realmente uma garota?
– Você gostaria de mais carne?
– Gostaria que eu estacionasse seu carro?
– Já considerou a possibilidade de viver com apenas um rim?
– Devo parar se um carro bater na minha traseira?
– Minha esposa vai acreditar que a calcinha sensual que eu trago na minha mala é um presente para ela?

Pois bem: quem acompanha o automobilismo sabe que a equipe dos energéticos ironiza a todos e brinca até com as atuações de seus pilotos — outro dia, recebemos um release da Toro Rosso enumerando as “10 vantagens de ser eliminado no Q1”.

Ao insinuar preconceito contra o Brasil no “Guia de Sobrevivência”, a imprensa relaciona maliciosamente o texto aos guias “sérios” encontrados nas bancas de revista do Rio de Janeiro, como aqueles que ensinam os gringos a levarem as brasileiras pra cama.

E incentiva a hipocrisia brasileira, esta que aparece sempre que alguém critica o país dizendo o mesmo que falamos todos os dias — ou fazendo as mesmas piadas.

Portugueses ouvem brincadeiras sobre burrice; franceses sobre não tomar banho; argentinos sobre arrogância; japoneses sobre tamanho de pênis. E o brasileiro declara guerra às piadas sobre a violência — esta, sim, uma realidade…

Acréscimo em 12/10: Bem lembrado pelo leitor Max. A Red Bull tirou o texto original do site. Mediocridade 1 x 0 Senso de humor.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,

Ver todas as notas

84 comentários para “Patriotada strikes again”

  1. Fabio Morais disse:

    Kassabistas e Serristas (a classe mérdia paulistana provinciana, xenófoba e preconceituosa), tremei… Aí vem a Red Bull!

  2. Leonardo disse:

    Procurei tanto no site da redbull qto no red bulletin, e nao axei o texto orginal, tem como postar ou mandar por email o link da materia? valew

    • Felipe Paranhos disse:

      Eu também não guardei, Leonardo. Fui lendo pelo site deles.

  3. Tiago S. disse:

    Nossa é um exagero ridículo, tem uma das histórias no livro do Flávio Gomes, que ele descreve bem um povinho que se encaixa direitinho com esses que tão descendo a lenha no comunicado, não lembro ao certo, mas é mais ou menos aqueles que lá foram usam banderinhas do Brasil, samba e caipirinha.. Ai quando volta pra cá, já começa a falar mal.

    Quando li o Texto da Red Bull não vi nada d+ e agora que voltei to lendo cada absurdo, que fala sério.

  4. É melhor o autêntico guaraná (é natural) do que essas latinhas importada feitas com produtos contrabandeados e ilegais…..o nosso tem mais asas…..

  5. evanclaudio disse:

    So nao entendo uma coisa, esse pessoal todo ai em cima devem ser os mesmos que desçem o sarrafo em rubinho enquanto os tenebrosos invasores ainda defendem ele la fora. a maioria diz que nao torçe para ele pq é produto da globo e torcer para ele é paxequismo. se é assim que se escreve. acho porreta, (uso esse termo pq sou baiano) quando eu vejo no site do grande premio os comentarios racistas de brasileiros contra brasileiros. mais niguem suporta uma piada qualquer. legal era mandar Bush para aqueles locais feios todos. mais brincara nao. temos um presidente um pouco etilico e niguem pode falar. mais o PM italiano é o tarado de plantao. Francamente niguem dos que falam aqui sao da turma de Jefferson que disse que a arvore da liberdade deve ser regada de tempos em tempos com o sangue dos patriotas. Uma coisa é uma ofensa outra é uma brincadeira e saber distinguir isso faz a diferença entre ser um Patriota e um Radical Extremista. Seja em que naçao for. Sei que muitos nao irao aceitar meus argumentos outros irao. mais essa é a base da democracia. quando toodos podem se expresar onde for e da forma que quizer desde que respeite a o outro.

    • Felipe Paranhos disse:

      Você é o único baiano que conheço que fala/escreve “porreta”, pensei que fosse invenção das novelas da Globo… hehe. Abraço!

  6. evanclaudio disse:

    Gostaria de saber o por que da retirada de meu comentario? Grato.

    • Felipe Paranhos disse:

      Não tirei o comentário não, só demorei um pouco para moderar. Abraço.

  7. Edu de PoA disse:

    Tô atrasado para comentar. Tão atrasado que o boletim já foi retirado. É uma pena, gostaria de ter lido…
    Enfim, a pachecada se irritou, a grita foi geral. Por que será que irritou tanta gente? Vivemos num País cheio de problemas, que trata mal seu habitantes, reclamamos disso o tempo todo, ninguém nega. Agora, quando algum estrangeiro constata isto, é um absurdo. Ora, cresçam. Quem nunca falou mal da xenofobia e do racismo norte-americano (tem hífem?) E o quê os argentinos devem sentir quando ouvem aquelas piadas infames sobre eles?
    Bem, isto não importa, brasileiros falando mal de estrangeiros pode, estrangeiros falando mal do Brasil (com s ou com z) é a terceira guerra mundial. Haja saco!
    Não gostaram do que leram? Então façam alguma coisa para mudar esta realidade, porra! Quem, dentre estes que se insuflaram de ira santa, faz efetivamente algo para ajudar a resolver alguma coisa? Já vejo as respostas: “isto é obrigação do governo.”, “eu até faria algo mas não tenho condições”, “eu sou só um, não posso mudar o país”, “a gente até podia fazer algo mas os políticos roubam tudo” (esta é a melhor!!!). A solução está sempre nas mãos dos outros, nunca nas nossas, né? Comecem a mudar o país mudando as próprias cabeças. Aceitem as críticas (bem humoradas ou não), analisem o que as gerou e busquem uma solução. Votem em PESSOAS que trabalhem e NÃO em slogans e partidos. Ensinem seus filhos a pensar. Viajem ao exterior para ver a realidade lá fora e tentar copiar as boas soluções.
    São coisas tão simples e tão óbvias que fica até difícil falar, mas acho que dá prá resumir assim: Parem de pensar somente nos seus direitos e pensem mais nos seus deveres: para com o próximo, para com sua cidade, para com seu País, para com nosso planeta. Já é um começo…
    E quanto ao coleguinha que se indignou com o BraZil, espero que ele comece a se referir à Bélgica com Benelux, à Noruega como Norge, à Alemanha como Bundesrepublik Deutschland e aos Estados Unidos com United States of America. Deve existir coerência até na pachequice…
    E, com licença, que eu vou tomar meu Red Bull e pensar em coisas mais produtivas.

    • Alessandro Silva - Novo Hamburgo disse:

      Meu amigo. Falou muito e falou tudo! Faço minhas suas palavras.
      Mas como já disse antes aqui, é mais fácil para o povo fechar os olhos diante às evidências e viver feliz num mundo de fantasia e carnaval, do que fazer algo para mudar. E isto é um problema enraizado de maneira tão profunda na cultura brasileira que quase não ha mais chances de mudar.

  8. Gustavo Terra disse:

    Brasileiro é assim, não encherga seus problemas, quando os vê nada faz, fica pedindo para algum deus (javé, um santo desses qualquer, a nossa senhora e etc) para resolver e quando alguem diz que este país é uma merda se enche de patriotismo.
    É incrível, a seleção de futebol jo 30′ mau do primeiro tempo é vaida e seu técnico vira bicha, agora se alguem falar aí meu amigo, nós somos o país do penta …

  9. Felipe DOM disse:

    Porra, os caras tão certos e td q ta escrito é verdade, não falta humor pra brasileiro, mas agente só da risada qd politicos roubam na nossa cara, qd matam qq um por ai, ai sim é engraçado…bando de hipócrita quem ta criticando a redbull, como disse o flavio gomes…não critiquem a redbull… melhorem essa merda de país…

  10. SAMUCON = É HIPÓCRITA SIM disse:

    O brasileiro é aquele típico cara que adora fazer qualquer tipo de piada, com tudo e todos. Quando fazem o mesmo com a gente perde a graça. Como a gente dizia na escola com aqueles moleques otários que faziam isso. Se não aguenta a brincadeira não brinca……
    A propósito, o brasileiro consegue ser de de um patriotismo absurdo para coisas imbecis como essas… Agora por exemplo, com as 11 crianças que morrem por dia em Salvador (muitas vítimas de grupos de exterminínios, cujos integrantes são policiais), isso não gera comoção… agora se um gringo satiriza prática e canalhices que nós fazemos, parece um auê… vamos lá Brasil… acorda pra realidade e para de ser hipócrita.

  11. Piercarlo Ghinzani disse:

    É Paranhos… Como diz o Gomes, não se pode falar qualquer coisa no Brasil. Tem sempre um obtuso para subir nas tamancas e vomitar todo o tipo de imbecilidades. A Red Bull pelo menos mudou um pouco a cara da Fórmula-1, com comentários engraçados e menos sérios do que é o costumeiro na F-1. Na verdade este tipo de xenófobos imbecis existem em todo o mundo, mas quanto mais atrasado em educação um país, mais eles proliferam.
    E, na verdade, o “patriota” brasileiro só existe quando se fala em futebol, F-1, etc. Quando este povo vai descobrir que esporte nada tem a ver com pátria?

    Triste de um povo que não ri de si mesmo.

    Um abraço.

  12. Flávio disse:

    Estes boletins fazem piada com todo mundo. Se fossem piadas somente sobre o GP do Brasil seria um problema, mas não é. Na vida é importante rir dos outros e rir também de nós mesmos. Nós somos avacalhados por natureza. Rir ainda é o melhor remédio. Vamos avaliar cada tópico e dar um percentual de verdade (de zero a cem) a cada um deles?

  13. Carlos B disse:

    Felipe,

    Como carioca, como brasileiro tenho muito mais vergonha da atitude de uma atriz como a Maitê Proença em pleno Mosteiro dos Jerónimos ( Lisboa – Portugal) cuspindo para a fonte e demonstrando a sua ignorância em termos de história de Portugal, do que este release da Red Bull.

    Isto sim é uma atitude VERGONHOSA.

    Vejam o video:

    http://www.youtube.com/watch?v=QnrVZkKOOt0

  14. evanclaudio disse:

    Ok grato por postar meu comentario. Pois é eu e mais alguns milhoes aqui falamos porreta de vez em quando rsrsrsrsrsrsrs agora escrever realmente poucos escrevem. rsrsrsrs. Otima semana para vc pq semana de GP é dureza.

  15. Everaldo Morais disse:

    Uma coisa é reconhecer as mazelas do próprio país, outra é admitir num site oficial de uma equipe de F1 que vem pra tua casa esses comentários insinuando que todo brasileiro é ladrão. Se isso não é suficiente pra te indignar , é sinal que acatas muito bem o título.

    • francisco disse:

      Pelamordedeus.

      Qual parte de É UMA BRINCADEIRA que vocês não entenderam?

      Analfabetismo funcional é um dos males que eles esqueceram de citar, pelo jeito.

  16. niko disse:

    todas essas dicas são uteis para pilotos jovens como o Vettel não fazer M**** quando vier ao Brasil, nada demais.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo