Publicidade

Publicidade
31/12/2009 - 17:13

Surtees, 2009

Compartilhe: Twitter

FIA Formula Two ChampionshipFelipe Paranhos

E a tal edição extraordinária prometida no outro post veio mais cedo do que eu imaginava. Lembrei da morte de Henry Surtees, que foi, para mim, o acontecimento do ano no esporte-motor, desbancando todas as histórias marcantes da F1 em 2009, o acidente de Massa e o renascimento de Helio Castroneves.

Porque foi o tapa na cara de todo mundo que esqueceu do automobilismo como esporte de risco. Um menino de 18 anos, de sobrenome nobre e sem nada ainda na carreira, vitimado por uma roda solta de outro carro, quicando na pista. Algo tão despercebido, até porque Jack Clarke tinha batido forte pouco antes, que nem chamou a atenção de quem transmitia a prova.

Foi do carro de Clarke que saiu a roda que atingiu Henry. Imagino o que passou na cabeça do piloto do carro 11, também garoto, ao saber que o acidente que sofreu gerou o falecimento de um colega de grid. É evidente que ele não teve culpa, mas deve ter sido extremamente torturante para o britânico de 21 anos.

A morte do jovem piloto não gerou a comoção do acidente de Massa, muito mais conhecido. Nem teve a repercussão das ameaças-fantasma de racha na F1. Muito menos motivou tantas manchetes como a volta de Michael Schumacher.

Mas foi o maior golpe recebido pelo esporte em 2009. E, confesso, achei a reação a ele muito tímida. Que eu esteja errado e não precise escrever algo do tipo no fim do ano que vem.

Autor: - Categoria(s): F2, Geral Tags: , ,

Ver todas as notas

11 comentários para “Surtees, 2009”

  1. udieli disse:

    Concordo com vc Felipe,

    Infelizmente as pessoas estão muito mais focadas no brilho, no sucesso, nas fofocas das pistas, realmente é muito lamentável ver que poucos se preocuparam, ou sequer, lembraram de tal fato! Uma tragédia que destroi a família e ainda reflete o perigo que é ser um piloto de corridas.

  2. Daniel Ramos de Oliveira disse:

    Realmente foi o fato,mas desatraso do Esporte a Motor no Mundo,sem duvida foi uma grande tragédia.Foi um menino,se pode se dizer assim,que agora ele está ao lado de outros grandes nomes do Automobilismo Mundial,onde todos se unem,e fazem uma corrida sem fim,guiando os seus carros a mais de 300Km/h,a espera da volta,junto a Deus e Jesus.

  3. paulo disse:

    Vc esta certo. As pessoas ficaram muito estranhas e a morte passou a fazer parte do cotidiano.

  4. JORJÃO disse:

    realmente foi uma fatalidade enorme

  5. Rodrigo Rocha disse:

    Tanto o acidente dele quanto o do Massa foram totalmente atípicos, mas mostram que o risco existe e provavelmente sempre existirá nesse esporte. Foi uma grande tristeza o acidente, e curioso que tenha sido do filho de um piloto que passou por todos os maiores riscos possíveis: guiar motos dos anos 50 e carros dos anos 60.

  6. Adriano Muha disse:

    Realmente foi a coisa mais chata que aconteceu no automobilismo em 2009, ainda mais da maneira que foi. Talvez no futuro tenhamos monopostos que cobrem a cabeça, sem afetar demais a aerodinâmica e o conforto do piloto.

  7. Racer-X disse:

    Uma morte trágica, que para mim lembra a de Senna: a mais pura fatalidade.
    Só que o rapaz estava começando a vida adulta na profissão que amava, cuja vocação herdou do pai, ex-campeão do mundo.
    O caso de Massa, que também como Senna levou uma peça de carro no olho, também foi pura fatalidade, mas com final feliz. Vai estar disputando o título mundial contra 2 ingleses, 2 alemães e um espanhol, este seu companheiro de equipe.
    A gente não entende porque Deus decide levar uns e deixar outros, mas devemos seguir em frente, pisando com o pé direito, mas sempre se lembrando dos nossos saudosos campeões, que fizeram História. Não devemos viver em função do passado, mas devemos sempre recordá-lo para que o nosso futuro seja sempre brilhante.
    FELIZ 2010!!!! ; D

  8. Felipe, muito bom lembrar deste fato.
    Mas este triste fato não teve repercussão aqui no Brasil eu acredito, penso que na Inglaterra houve uma comoção maior.
    Não pense que no mundo todo a comoção em torno do Massa foi como aqui, talvez na Itália e na Hungria.

    Ótimo 2010 para você.
    Abraço

  9. Oi Felipe, feliz 2010. Concordo com você também…mas a culpa disso a da mídia….que por conta do IBOPE escreve o que lhe acha melhor para melhorar sua audiência.

    Obs: Uma mensagem para o Nelsinho Piquet…Força garoto 2010 será melhor.

  10. Concordo com vc, Felipe.

  11. Guto disse:

    Perfeito no comentário Felipe. A morte do Surtees foi um acontecimento muito triste para quem gosta de automobilismo.

    Abraços

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo