Publicidade

Publicidade
23/04/2010 - 22:55

Sem patrocínio não vai

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

O nome mantido da BMW não ajudou, Kobayashi disse que não tinha dinheiro, De la Rosa não levou tanto… Hum… Talvez essa história de o Peter Sauber recorrer a pilotos pagantes como Pastor Maldonado e Luca Filippi faça sentido, hein?

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

6 comentários para “Sem patrocínio não vai”

  1. Coelho Voador disse:

    tremenda incompetência administrativa não conseguir dinheiro no Japão com um piloto como Kobayashi… a Panasonic despejou dinheiro na porcaria da Toyota por quase 10 anos…

  2. A. Prost disse:

    Não gostei deste blog.

  3. Conrado Andrade disse:

    O problema é que nem deu pra ver a Sauber andar direito na pista: está sempre quebrando. Torço por ela, mas que a equipe, este ano, está bem apagada, isso está…

  4. Poxa A. Prost, eu já não gostei é de ver a lateral daquele carro branquinha feito a geladeira da minha cozinha. Quer dizer, a geladeira da minha cozinha ainda tem uns imãs coloridos. A Sauber deve estar procurando dinheiro até na careca do Peter Sauber. (comentário bêbado mas pertinente)

  5. Gilmar Oliveira disse:

    Só o fato da novata Lotus correr com o logo da CNN, a até outro dia mal-falada Renault com o da HP, e a BMW Sauber, que já venceu corrida, ainda estar com a carenagem branquiha já deve significar alguma coisa…

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo