Publicidade

Publicidade
21/06/2010 - 13:17

Estatoscas varzeanas

Compartilhe: Twitter

João Paulo Borgonove

Amante da várzea que sou, resolvi fazer uma brincadeira com a classificação da F1. Três equipes novatas, seis pilotos capengando pelo grid. E qual é o melhor time? Quem seria o Campeão da Várzea? Pois é. Heikki Kovalainen, com sua bela Lotus, está em primeiro, o que não é surpresa alguma. Mas ele não está sozinho. E sabe quem acompanha o nórdico nas glórias dos pobres? Karun Chandhok. Sim. O indiano da Hispania é o mais consistente dentre as novatas, junto de Kovalainen.

Os critérios de avaliação foram fracos, segundo um pululante escriba dinamarquês, mas não o relevei, pois ele não entende de várzea. Peguei a classificação final das oito corridas já disputadas e fiz um grid separado, apenas com os seis novéis, de acordo com a classificação final da corrida. E então distribuí pontos. Seis para o vencedor, cinco para o segundo colocado, quatro para o terceiro… e assim por diante, até o sexto e último colocado, que anotou um ponto.

Kova e Chand somaram 33 pontos, mas o finlandês leva vantagem por ter quatro vitórias, contra uma do indostânico. A terceira colocação ficou com o brasileiro Lucas Di Grassi, da Virgin, com 29 pontos, seguido por Jarno Trulli, da líder Lotus, com 26. Bruno Senna, da Hispania, é o quinto, com 24 pontos somados, um a mais que o alemão Timo Glock, da Virgin. Dentre as equipes, a Lotus aparece na frente, com 59 pontos, dois a mais que a Hispania. A Virgin é a terceira e última, com 52 pontos.

Com esse mesmo esquema de pontuação, mas nas classificações, a Lotus segue liderando, mas com uma vantagem muito maior. Kovalainen é o primeiro, com 42 pontos, um a mais que seu companheiro de equipe, o italiano Jarno Trulli. Glock é o terceiro, com 37, seguido por Di Grassi (20), Senna (17) e Chandhok, com 11, mostrando que o indiano é bom em conservar o carro durante as corridas.

Essas estatísticas podem ser inúteis, mas dão uma ideia do desempenho das novatas. É uma bobagem, se analisarmos profundamente, mas está valendo. Afinal, sem o Campeonato da Várzea, os últimos nunca serão os primeiros.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , , ,

Ver todas as notas

25 comentários para “Estatoscas varzeanas”

  1. Fernando disse:

    Que horror. O Senna tá dando show no Chandok em Qualifies e nas corridas o Bruno tá sempre na frente. O que acontece é que ele quebra primeiro que o indiano. TOdo mundo fala da corrida que o Bruno ficou 10 segundos atrás do Karun, mas ninguém fala que na corrida seguinte o Senna pos duas voltas nele. Aí ficam falando que o Senna abandona tudo. Porra, apenas uma corrida que ele errou, todas as outras o carro quebra. Vc quer que ele termine como? Vcs são é muito tendenciosos.

    • Tito Neto disse:

      Eles, são tendenciosos???

    • Udi disse:

      eu concordo, nao acho Senna grande coisa, mas eu acho que o unico criterio que da pra comparar ele com o indiano sao as classificaçoes, e nisso ele ta dando um banho no Karun. Nas corridas, simplismente o carro nao consegue termina-las.

    • Felipe Paranhos disse:

      Ô galerinha, não leve tão a sério o Campeonato da Várzea. É uma brincadeira.

    • Rafinha Dias disse:

      Senna está devendo em corrida, Karun nas classificações. Ambos com o mesmo carro podre.

  2. Olegário disse:

    para o pachequista sensacionalista Fernando:
    de que adianta o cara ser um gênio no volante se não termina a corrida? um piloto tem que saber trabalhar COM o carro que tem… é por isso que o Vettel tá perdendo pro Webber na classificação…
    e nem vem com essa de “mimimi tendenciosos”, você viu quais são os critérios… ninguém aqui tá definindo quem é o melhor piloto (mesmo por que esse tipo de coisa não existe) o que tá se discutindo aqui é quem tá fazendo a melhor temporada no conjunto piloto + equipe…

    • André disse:

      Bom Olegário…até onde eu sei, um piloto, pra ser bom, tem de ser rápido e consistente, e pelo que eu tenho acompanhado na temporada, o Bruno Senna tem sido isso, igualmente o Chandhok, só que o indiano vem tomando tempo nas clssificações…já nas corridas fica difícil de fazer uma comparação porque o carro não tem a confiabilidade necessária. Aí entra um quesito que não foi julgado…o indiano termina as corriadas 15 voltas atrás de tão devagar que pode andar, mas mesmo assim vai ao final, já o Bruno, tentando ser rápido, não chega ao fim e fica atrás na classificação…existe coerência em algo assim!?!?!?

    • Olegário disse:

      “o Bruno Senna tem sido isso, igualmente o Chandhok, só que o indiano vem tomando tempo nas clssificações”… fato.
      O Senna não é um piloto ruim… (do tipo Nakajima, por exemplo), nem o Chandhok (não acho nenhum dos dois BOOONS assim, MAS acho que rola…) mas os dois estão numa situação delicada, pilotando a carroça-das-trevas que é a Hispânia… O Chandhok tá atirando pra tudo o que é lado atrás de uma vaga, arrastando o carro na pista pra mostrar que consegue pontos caso todos os outros quebrem… acho que o Senna devia segurar um pouco o ímpeto competitivo e buscar uma vaga numa equipe de meio-de-grid, que gostam de morder uns pontinhos… onde dá pra se disputar mais e conservar menos o carro…

      (Blablabla, falei pra caralho pra não dizer merda nenhuma… por isso que adoro comentários de tópico… aqui todos somos experts em qualquer coisa)

  3. Eric disse:

    Achei uma utilidade para essa estatística varzeana. Pode ser utilizada para definir o vencedor daquela aposta entre o Richard Branson e o Tony Fernandes, em que o perdedor vai virar aeromoça da empresa aérea do outro. Do jeito que as novatas vão, não vão marcar nenhum ponto este ano, e esse pode ser um critério de desempate.

    • Olegário disse:

      Sou mais o Branson Perdendo… (Tony Fernandes de aeromoça é pior do que levar uma surra de peça de alcatra)

  4. lastikas disse:

    ahahahahaha “Afinal, sem o Campeonato da Várzea, os últimos nunca serão os primeiros.” Gostei da brincadeira, acho divertido fazer estatísticas sinistras, suposições bizarras, comparar com pontuações antigas. Mas sempre tem a malhação de judas nos comentários dizendo que são inúteis e blablabla.

  5. Verde disse:

    Troféu Jim Clark. Que está mais para Troféu Gaston Mazzacane, heh.

  6. rodrigo disse:

    O problema é que pouca gente entende que isso é mais uma brincadeira que uma comparação. Sempre tem os brasilianos exaltados querendo aparecer mais que o dono do Blog. Povinho bunda.

  7. Haron disse:

    eu acho que a fia deveria ter criado tipo um trofeu jim clark para essas nanicas novatas

  8. Lucius disse:

    A classificação do campeonato que está no site do grandepremio é essa:
    18º Bruno Senna
    019º Heikki Kovalainen
    020º Jarno Trulli
    021º Karun Chandhok
    022º Lucas Di Grassi
    023º Pedro de la Rosa
    024º Timo Glock

    Essa não leva em conta a ordem nas corridas? Ou pega só o melhor resultado?

    • Manoel Nunes disse:

      Lucius,

      Coincidência ou não, essa classificação está em ordem alfabética. Assim, tenho dúvidas se, para os seis pilotos, foi levado em conta o melhor resultado (ou melhores).

    • Nicolas disse:

      Essa pontuação leva em conta somente a ordem alfabética, eu suponho, Lucius, podem me corrigir se estou equivocado…achei a brrinvadeira bastante interessante, mas pouco necessária…

    • Márcio Vilarinho Amaral disse:

      Essa classificação ai é por ordem alfabética. A classificação correta (pelos critérios de melhores resultados) seria De la Rosa, Kovalainen, Chandhok, Di Grassi, Trulli, Senna e Glock. Agora, gente… Não dá pra dizer quem é o melhor dos dois pilotos da Hispânia porque o carro é uma merda, cada um está tentando fazer o que dá. Por isso, era melhor a gente parar com essa tabaquice de elegermos o Sobrinho como muito superior ao companheiro dele. Os dois estão começando a carreira. Não são nada do outro mundo, mas possuem talento suficiente para terem boas carreiras na F1, DESDE QUE TENHAM CARRO.

    • Lucius disse:

      Quando copiei a classificação não reparei que estava em ordem alfabética. No site oficial da F1 apresenta na ordem que o Márcio Vilarinho indicou, que é esta:
      18 Pedro de la Rosa
      19 Heikki Kovalainen
      20 Karun Chandhok
      21 Lucas di Grassi
      22 Jarno Trulli
      23 Bruno Senna
      24 Timo Glock

  9. Vitor disse:

    Parabéns pela avaliação isenta de qualquer tendência da mídia brasileira, que continua a idolatrar este nome, esquecendo que outros melhores pilotos enalteceram a nossa pátria, sem esta droga e tendenciosa Rede Globo fazendo a cabeça dos menos esclarecidos.
    Este sobrinho é uma droga de piloto e ainda tem a pretensão de falar que pode ser campeão do mundo com outro carro. Primeiro faça por merecer outro carro e depois mostre suas qualidades, e não dinheiro para correr.

  10. alex disse:

    Falar do Bruno é facil dificil é ta na pele dele, a todos vcs que o criticam é simples da a Red bull do vetell pra ele e a hispania dele pro vetell ou a Maclaren quero vê eles pilotando aquele que é o pior carro da F1 na atualidade e mesmo assim ta dando banho até no Lucas Di Grassi que apesar dos apesares tem um carro infinitamente melhor, que achar ruim é só ir pilotar no lugar dele Airton Senna só teve um amigos o que esta na pista é Bruno Senna apenas seu sobrinho que é apenas um aluno dessa grande escola onde seu tio foi e será sempre o maior Mestre de todos…..

  11. Esse negócio do cara saber levar o carro até o fim é relativo. Pega um BMW X5 e anda a 120 por cinco horas… depois pega um Chevettinha 79 e faz o mesmo… o Chevettinho vai quebrar e vão acabar dizendo que quem pilotou a X5 é bom e que sabe conservar o carro…

    Do jeito que comparam Hispania com Red Bull é a mesma coisa que comparar Cerveja com Saia Vermelha… não tem nada a ver! hehehe

  12. João disse:

    Só para lembrar que o Senna é o Bruno, não o outro. Não acho que esteja fazendo feio. O indiano parece fraco e isto acaba tirando seu mérito. Fica minha decepção sobre o Massa que sempre foi inferior a qualquer companheiro de ponta que disputou. Em tempo, ao contrário do Rubinho…

  13. Iceman disse:

    Dizem que as cartas e os números, não mentem jamais. Apesar de brincadeira, creio que há muita informação útil a se extrair desta “estatística” do FP. Fazer comparações na F1 é muito difícil, por causa da heterogenidade do grid. Se ela é pequena na ponta do pelotão (centésimo de segundo), se torna gritante na turma das pequenas (1 ou 2 segundos). Isto inclui chassi, motor e braço que é um pacote fechado para cada piloto. Então o critério não é comparação, é apuração. Aí começa a fazer sentido a brincadeira. Se o Chandhok, Di Grassi e Senna vão dar em alguma coisa que preste, só o tempo irá dizer. O mesmo tempo que já se manifestou para De la Rosa, Kovalainen, Trulli e também Glock (infelizmente).

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo