Publicidade

Publicidade
25/10/2010 - 14:33

Salve!

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Um brasileiro encerrou neste domingo cinco anos de um incômodo jejum, daqueles que inspiram preocupação para o futuro. Desde 2005, nenhum piloto do país ganhava uma Fórmula 3 fora do continente sul-americano. O último havia sido João Paulo de Oliveira, na F3 Japonesa. César Ramos acabou com a seca na Italiana.

O garoto de Novo Hamburgo — terra de Francisco Luz, conhecido escrevinhador deste espaço — ganhou um teste com um carro da Ferrari na F1, junto com o monegasco Stéphane Richelmi e o italiano Andrea Caldarelli.

Além de ser o primeiro piloto do estado a pilotar um carro de F1, César pode sonhar com uma vaga no programa de jovens da Ferrari, que tem Daniel Zampieri, campeão da F3 Italiana ano passado, e, como seu mais recente integrante, o mexicano Sergio Pérez.

Talento ele tem. Toda sorte a César Ramos.

Autor: - Categoria(s): F3 Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

13 comentários para “Salve!”

  1. Verde disse:

    E o cara foi campeão! Ótima notícia, talvez a melhor do ano relacionada ao Brasil no automobilismo. Fazia muito tempo mesmo que um brasileiro não ganhava um campeonato “extranjero” de Fórmula 3.

    Escrevi sobre ele há algum tempo, mais precisamente na semana seguinte à sua primeira vitória no campeonato, em Hockenheim. Naquele momento, ele estava em terceiro, mas deu uma boa melhorada a partir daí e foi campeão.

    http://bandverde.wordpress.com/2010/06/22/o-futuro-ja-comecou-cesar-ramos/

    • Felipe Paranhos disse:

      Você está querendo dizer que você deu sorte, é isso? Jornalismo de oportunidade! hahahaha

  2. Junior disse:

    Ótima notícia, só faltou citar qual o campeonado de F3 que ele ganhou. Foi a Italiana, correto?

  3. Diogo disse:

    Felipe, o Jules Bianchi saiu do programa de jovens pilotos da Ferrari?

    • Felipe Paranhos disse:

      Não, continua lá. São sete caras, vou tentar lembrar de cabeça: Jules Bianchi, Sergio Pérez, Daniel Zampieri, Lance Stroll e… er… hum… veja bem… vamos lá, Mirko Bortolotti (merda, esse era fácil), Raffaele Marciello e Brandon Maisano.

  4. Francisco Luz disse:

    Faltou colocar a tag NOVO HAMBURGO CAMPEÃ DE TUDO, seu salafrário! haahah

    O Cesar esteve aqui na redação do NH logo após a segunda rodada da temporada, e tava bem confiante. Ele teve um ano muito ruim em 2009, mas espero que consiga brocar afu na temporada que vem. Se ele fechar com alguém de estrutura na World Series, pode pintar bem também para uma GP2 em 2012.

    • Julio disse:

      Tomara que ele consiga patrocínio porque ta chato ja, tem tanto piloto que não consegue dar prossegumento na carreira por falta de apoio ou não consegue uma equipe competitiva por causa disso também.

  5. Bruno Sander disse:

    GRANDE CESAR!!!!
    Sou de Novo Hamburgo também e tenho certeza que ele seguirá nos enchendo de orgulho!
    Conheco ele bem e sei que ele é um cara muito simples e focado desde a época do kart qnd corremos juntos
    Tem tudo para dar certo!
    Grande abraço a todos e PARABÉNS CESINHA!
    Bruno

  6. Edson Francisco disse:

    Bom dia
    Possuímos ótimos pilotos, mas está longe de surgir um semelhante ao Senna e Piquet.

  7. Francisco disse:

    Não entendo porque essa galera que está correndo fora, quando ganha algo, beija a bandeira do Brasil. Deveriam beijar seus familiares e patrocinadores, o Brasil nunca deu nada de apoio. Orgulho de ser Brasil? Porque?

  8. Mário Campos disse:

    Eu não possuo piloto algum. Mas sinto falta do JP Oliveira. Este seria muito bom, em um carro decente, na F1. Assim como o Di Grassi.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo