Publicidade

Publicidade
14/11/2010 - 16:17

Red Bull: título sem mácula

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Valery Rozov, do Base Jump, saltou de um helicóptero, voou em uma roupa especial e parou dentro da cratera de um vulcão. Em atividade. Travis Pastrana, multiesportista, bateu recordes de salto em distância com um carro de rali e chegou a saltar em queda livre, sem paraquedas e tomando um energético.

Terry Adams superou a dislexia para virar um campeão do BMX Flatland. Rebecca Rusch fez história ao comandar uma equipe de homens em uma edição do Eco Challenge. Robbie Maddison saltou de 25 metros de altura e pousou numa réplica do Arco do Triunfo, em Las Vegas.

Sandro Dias, o Mineirinho, foi o primeiro skatista a conseguir o 900º — manobra em que o atleta dá duas voltas e meia no ar — em uma competição oficial. Shaun White, snowboarder, foi o primeiro a conseguir medalhas nos X-Games de verão e inverno, em dois esportes diferentes.

Carolina e Maria Clara, filhas da ex-jogadora Izabel, foi a primeira dupla de irmãs a conseguir uma medalha em uma etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. Felix Baumgartner foi o primeiro a cruzar o Canal da Mancha voando em um wingsuit.

Todos estes são patrocinados pela Red Bull. Todos eles têm algo inovador em seus currículos.

O negócio da Red Bull não é vender carro. Por isso, eu duvidava que a marca maculasse sua imagem vitoriosa com um jogo de equipe na F1 — embora fosse absolutamente compreensível e honesto se isso fosse feito. Mas não foi preciso.

O negócio da Red Bull é vender latinhas para o jovem que, por algumas horas, espera se sentir melhor, mais forte — com asas.

O negócio da Red Bull é patrocinar a inovação. E Sebastian Vettel foi o piloto mais jovem da história da F1 a marcar pontos, obter uma pole, vencer uma corrida e conquistar um título mundial.

Um título de Webber seria comemorado, claro, pela visibilidade da marca, pelo número 1 na carenagem do carro de 2011, por recuperar um piloto que parecia semiaposentado.

Mas é Vettel o retrato do carisma, da inovação, da renovação, da Red Bull.

Apostar cedo em Sebastian foi o investimento perfeito, deve pensar um certo Mateschitz na madrugada austríaca.

* P.S.: A curitibana Marília Compagnoni e o Gabriel de Amorim, aqui nos comentários, notou uma coisa interessante nesta foto aí de cima. Cadê o Webber? Hum… Como diria aquele apresentador de TV muso das nossas avós, significa.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , , ,

Ver todas as notas

39 comentários para “Red Bull: título sem mácula”

  1. Fabio de Deus disse:

    Quanta gente amargurada por aqui! Tds comemorando o fato de o Alonso ter perdido o título… bando de gente q não sabe valorizar um cara fora de série.. A Ferrari fez mal em inverter as posições, sim, mas foi o talento do Alonso que fez com que ele chegasse á última corrida do ano disputando o título com um carro muito inferior ao da Red Bull… se não fosse pelo talento do Alonso e aos erros do Vettel, esse campeonato teria terminado muito antes, pois a Red Bull tinha carro para vencer há pelo menos umas 3 corridas atras… E, pessoalmente, eu acho que o título deste ano ficou com o piloto que mais errou no ano, portanto, não sei se foi totalmente merecido não…

    • Guto disse:

      mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi mi

  2. flavio disse:

    como o pastor malddonado conseguiu colocar 1,3 segundos sobre o temo de brunoo sena na classificação?

  3. Sandro disse:

    Quem o Alonso pensa que é saindo daquele jeito, o Dunga?

  4. Diogo disse:

    Bota mais uma na conta da Red Bull, Felipe: o Rhys Millen passou dois dias gravando um video dele fazendo drift com um Hyundai Genesis na Serra do Rio do Rastro, aqui em Santa Catarina. Uma palhinha…

    http://www.youtube.com/watch?v=S1bnNrY-ApE

  5. Japones disse:

    Pior que só vi um cara com uma latinha de Redbull, os outros estao com cerveja e até um cigarro!!!

  6. Junior disse:

    Sem mácula? E aquelas asas móveis?

  7. Marcio disse:

    onde está webber? deve estar tirando a foto! kkkkkkk

  8. Fabio disse:

    Acho que o Webber esta pagando pelos tempos de Jaguar, quem lembvra sabe que o canguru nunca foi um exemplo de companheirismo.

    E quanto a Red Bull, ela é o Google dos esportes.

  9. Tem um cara com o boné pra trás que talvez seja o Webber, será?
    Mas estou conferindo agora que, na comemoração do GP do Japão, o Webber não estava na turma, inclusive usaram uma foto dele em tamanho real, deem uma olhada: http://www.f1fanatic.co.uk/wp-content/uploads/2010/10/redb_suzu_2010.jpg

    • Felipe Paranhos disse:

      Não é o Webber não. Sobre o Japão, ih, rapaz. É verdade. Sintomático.

  10. Bárbara Lima disse:

    Campeao que nunca esquecerei, AINDA TEREI ESPERANÇA DE TE VER VETTEL, e dizer que admiro vc, pois ELE É OUSADO, inteligente, VENCEDOR E MERECE TUDO ISSO E TODO ESSE CARINHO, mtu profissional e tudo mais de bom, PARABENS MIL VEZES HOMEM TALENTOSO!
    vc vai longe ;)

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo