Publicidade

Publicidade
20/11/2010 - 16:22

A nova geração

Compartilhe: Twitter



FERNANDO SILVA
[@fernandomagall]

Além da despedida da Bridgestone e da chegada da Pirelli como fornecedora de pneus, a F1 viu nessa semana em Abu Dhabi o nascimento da nova geração na Red Bull, nova campeã mundial dos Construtores.

Daniel Ricciardo fez o nome na Marina de Yas, e no comando do RB6, bateu em 1s3 o tempo da pole de Sebastian Vettel na semana passada.

Dadas as limitações do carro que a Toro Rosso desenvolveu nesse ano, Jean-Eric Vergne também fez bom trabalho em Abu Dhabi e só não conseguiu melhorar seu tempo porque embarcou às pressas para Macau para disputar a tradicional prova da F3 nesse fim de semana.

Ricciardo e Vergne. Além do competente Alguersuari, esses pilotos são o futuro da Red Bull na F1. Todos campeões da consagrada F3 Inglesa. Vergne nesse ano, Daniel em 2009 e o catalão na temporada anterior, sempre pela equipe Carlin — que vai estrear na GP2 no ano que vem.

Em 2012, deve sobrar uma vaga na equipe matriz e outra na Toro Rosso. Mark Webber provavelmente fará sua última temporada na F1 no ano que vem, enquanto Sébastien Buemi pode ser enxotado do time de Faenza (como aconteceu com o xará Bourdais) caso o desempenho ruim apresentado nesse ano se repita. Enfim, o futuro vencedor da esquadra rubrotaurina parece mais do que garantido.

Ricciardo e Vergne. Qual deles é o mais talentoso? Qual tem maiores condições de desbancar Vettel no futuro?

Para os novatos, 2012 já começou.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

7 comentários para “A nova geração”

  1. Simples… Alguersuari sobe pro “main team” e a Toro Rosso fica com dois assentos livres!

  2. Pablo disse:

    Ainda tem (ou tinha) um neo-zelandês chamado Brendon Hartley… que aparecia como reserva das 2 equipes rubro-taurinas. o que aconteceu com ele?

    • Borgo disse:

      Foi dispensado do programa de jovens pilotos da Red Bull para dar lugar ao Vergne no meio da temporada. Disputou as duas últimas etapas da GP2 pela Coloni.

  3. Raphael disse:

    Esse Ricciardo se continuar mostrando essa velocidade, vai entrar rapidinho na F1 e não me espantaria se ja aparece no meio do ano q vem no lugar do Buemi, caso o Buemi com atuações tão bizarras.

    Agora seria interessante a Toro Rosso conseguir um desenvolvimento maior do carro, assim daria pros novatos do programa da Red Bull serem melhor avaliados. O Alguersuari tem pilotado bem mesmo com a carroça da Toro Rosso.

  4. adriano disse:

    Os dois tem uma guiada praticamente identica, os dois aprenderam a frear no simulador da Red Bull. O Ricciardo eh um piloto 100% humilde, esta sempre sorrindo e muito inteligente, o Verne eh o tipico frances arrogante, talvez mais que o Prost. O Verne foi companheiro do Ricciardo na F.Renault e nunca andou da frente dele, na World Series a historia se repetiu.

    Ok, o Verne ganhou 13 corridas e o Ricciardo ganhou 5 corridas, na F3 Inglesa. Foram anos diferentes, mais em 2010 teve 10 corridas a mais sendo que varias com grids invertidos, por incrivel que pareca as corridas de grid invertidos facilitavam a vitoria.

    A Lotus recebe o gearbox da Red Bull o ano que vem e motor Renault. Um passarinho de cabeca amarela me falou que o Ricciardo tem grandes chances de estar na Lotus o ano que vem!

  5. Davi Ribeiro disse:

    Bateu em 1.3 seg. OK. Mas com outros pneus… Não dá para comparar! Todos os pilotos acharm bem melhor os novos pneus…

    • Cranio disse:

      Não sei não Davi… O pessoal está meio dividido com relação aos Pirelli. O Massa gostou, mas Rosberg não, por exemplo.

      Além disso, a maioria dos tempos foram abaixo dos pneus Bridgestone no mesmo circuito.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo