Publicidade

Publicidade
22/12/2010 - 16:32

Voando pra Malásia

Compartilhe: Twitter

FERNANDO SILVA
@fernandomagall

Johnny Cecotto Jr., que foi dispensado da Trident antes da etapa de Monza da GP2, tem praticamente tudo acertado para correr pela Air Asia, a nova equipe de Tony Fernandes na categoria-escola e filial da Lotus Racing.

O BloGP soube que, além do venezuelano de 21 anos — mas alemão de nascimento — existem dois candidatos a companheiro de Cecotto na equipe malaia: o luso Álvaro Parente, que substituiu Alberto Valério na Coloni em Spa-Francorchamps e em Monza — obtendo bom desempenho, principalmente na Bélgica —, ou ainda Giedo van der Garde, que nutria esperanças de ocupar o cockpit da Marussia Virgin, mas perdeu a vaga para Jérôme D’Ambrosio.

A vaga na Air Asia é uma das mais cobiçadas no grid da GP2 porque representa um acesso mais fácil à F1. Recentemente, a cúpula do Team Lotus dispensou Fairuz Fauzy do cargo de piloto reserva da equipe, o que possibilitará a um, ou talvez aos dois pilotos da Air Asia se revezarem na função durante a temporada de 2011.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:

Ver todas as notas

2 comentários para “Voando pra Malásia”

  1. Alaor disse:

    Desloga do Borgo aí hehe. Considero Ceccoto, Van Der Garde e Parente bons pilotos, o luso principalmente.

  2. Diogo disse:

    O Van der Garde foi confirmado na Addax, terá Parente o lugar seguro na Air Asia?

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo