iG

Publicidade

Publicidade
02/08/2011 - 15:02

Palermo e Abbondanzieri, dos gramados para as pistas

Compartilhe: Twitter


FERNANDO SILVA [@Fernando_Silva7]
de Sumaré

Recentemente aposentados do futebol, Martín Palermo e Roberto ‘Pato’ Abbondanzieri podem trilhar o caminho de Bruno Marioni, que como relata a mineirinha Paula Gondim na Revista Warm Up de julho, tem feito sucesso no Linea Competizione.

A dupla de jogadores que fez história no Boca Juniors deve estrear em Buenos Aires no próximo dia 4 de setembro, mas pelo Top Race Series, uma das categorias do Top Race, uma das mais importantes do turismo argentino, ao lado do TC 2000 e do mítico Turismo Carretera. A informação foi publicada recentemente pelo diário ‘La Nación’. Entretanto as participações de Palermo, maior artilheiro da história do Boca, e de Pato, ex-Internacional, ainda não estão totalmente confirmadas.

De acordo com a imprensa argentina, outro ídolo do futebol mundial que pode participar de uma corrida por lá é Gabriel Batistuta. Sim, ele mesmo. Mito do Boca, Fiorentina e Roma, o eterno artilheiro pode correr também no Linea. Atualmente, Batigol se divide entre as atividades de fazendeiro em Reconquista, sua cidade-natal, e os campos de polo, esporte bastante tradicional por lá.

Aqui no Brasil, eu não me lembro do envolvimento de nenhum jogador de futebol com o automobilismo, não como piloto. Tem o Denílson agora, que estreou na Moto 1000 GP em Interlagos no mês passado, mas acho que é só. O Roberto Carlos, ex-Palmeiras, Real Madrid e Corinthians, atual Anzhi, teve (ou ainda tem) sociedade na equipe do Eduardo Bassani, mas acho que é só.

Amigo leitor, você se lembra de algum outro craque dos gramados que se aventurou no automobilismo brasileiro? E dentre os boleiros, quem você gostaria de ver um dia disputando uma corrida por aí?

Autor: - Categoria(s): Geral, Revista Warm Up, Top Race V6, Trofeo Linea Tags: , , , , , , , ,

Ver todas as notas

8 comentários para “Palermo e Abbondanzieri, dos gramados para as pistas”

  1. LUIS GUSTAVO RANGEL DA SILVA disse:

    SE O PALERMO BATENDO PENALTI ERA DAQUELE JEITO, IMAGINO O QUE NÃO PODE ACONTECER NA PISTA? E SE CHOVER, O FAVORITO DA CORRIDA É O “PATO” ABONDANSIERI?

    • Fernando Silva disse:

      Infelizmente o Palermo levou essa fama pelos três penaltis perdidos contra a Colômbia. Mas ele é muito mais do que isso. Ser o maior artilheiro da história do Boca, um dos maiores times do mundo, não é para qualquer um.

  2. Thomrib disse:

    Teve o Ronaldo Femonimo com a A1GP.

  3. Henrique Menezes disse:

    E esses aventureiros sabem lá correr? Lamentável… e perigoso

    • Fernando Silva disse:

      Depende, cara. Acho que com treinamento, com curso de pilotagem, e em uma categoria menor, não vejo problemas. Claro, os caras não vão correr no Top Race, por exemplo. Tem de começar debaixo. Um exemplo bom disso é o Rodrigo Pessoa na Porsche Cup. Fez sua primeira corrida, não comprometeu, não colocou ninguém em risco. O desenvolvimento, mesmo, só vem com o tempo. Vide o Marioni, que tá mandando bem por lá.

  4. Diogo disse:

    O Fabien Barthez, ex-goleiro da seleção francesa na Copa-98, corre (ou corria) de GT na França:

    http://www.motorstv.com/videos?v=f2rqs50MueQ

  5. Rodrigo Rocha disse:

    O Edmundo chegava a mais de 200 KM/h, mas não era num circuito…

  6. Adalberto disse:

    Edinho, filho de Pele, tentou o Motocross.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo