Publicidade

Publicidade
02/09/2011 - 23:20

Cada vez melhor

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos [@felipeparanhos]

Outro dia, o Claudio Stringari, da Central Press, falou no Twitter que Salvador respirava a Stock Car. Pensei: “Exagero. Moro aqui, não vejo isso tudo. Tem muita ação promocional, mas não é A CIDADE respirando a Stock”. Eu estava enganado.

Daquele dia pra cá, comecei a notar como a etapa de Salvador estava, realmente, na boca do povo. Perdi a conta de quanta gente comentou comigo que iria, que queria ir, que ia levar um irmão/filho/pai/namorado pra assistir. E isso é algo legal, também: aqui, a corrida da Stock é um programa de família.

É o terceiro ano da Stock passando por aqui, e esta agitação na cidade deve-se, sobretudo, ao excelente trabalho de promoção feito pela Vicar e pelos patrocinadores do evento e dos pilotos. Tem carro exposto no shopping, no Burger King (e do Eduardo Leite, olha), no Pelourinho, carreata na orla, manhãs, tardes, noites de autógrafos… Imagino que boa parte destas ações sejam repetidas em outras cidades, mas acho muito difícil que tenham o acolhimento dado por Salvador. As arquibancadas cheias de 2009 e 2010 demonstram isso.

Inclusive, a parte ruim da organização é justamente a que não fica com a Vicar, promotora da categoria: assim como nos dois anos passados, a Transalvador, que faz a engenharia de tráfego da cidade, demonstra despreparo com o evento: o Centro Administrativo da Bahia, onde se realiza a prova, é bem grande e tem várias entradas. Dentro delas, algumas subentradas. Sou ruim de memória, e pela segunda vez me perdi mil vezes até chegar à sala de imprensa. Quem disse que alguém sabia informar pra onde eu deveria me encaminhar?

Mas, fora isso, vejo como a força do marketing local pela categoria tem sido importante. Acho que é necessário entender de maneira diferente essa cultura dos camarotes e HCs como algo inócuo ao automobilismo, por não criar público, uma vez que tem mais gente pela mordomia do que pela corrida. Conheço muita gente que ganhou passagem pros camarotes e que está supercuriosa pelos carros na pista, pelo esporte em si. Salvador não tem autódromo nem automobilismo forte, então esses convites representam, pra muitos, o primeiro contato com o esporte a motor. É diferente do que acontece em lugares em que o esporte já está mais estabelecido.

Ao menos no primeiro dia, e acho que as coisas não devem mudar ao longo do fim de semana, o saldo da organização da corrida é bem interessante.

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , , ,

Ver todas as notas

7 comentários para “Cada vez melhor”

  1. marcão disse:

    Como evento de marketing estático os caras da Vila Olimpia são fantásticos mesmo !!Fazem tudo igual a um outdoor, parado imóvel…Chamam bastante a atenção e publico também….
    Mas basta começar a andar que os problemas começam a acontecer…
    Que absurdo é esse de defesas de concreto não serem fixadas no chão???
    Por estarem soltas as equipes devem estar agradecidas de só terem que arcar com prejuisos materiais… Ora se um carro pega de frente um pedaço dessas barreiras de concreto é um abraço pro carro e pro piloto..
    Cade a segurança da Bahia que não viu isso??? Cade a CBA que homologou esse circuito de rua???Cade a Vicar com toda a sua capacidade de gerenciamento de tragédias e crises???..Ela demonstrou mais uma vez que não está nem ai para quem pilota carro de “”corrida””
    Que está acontecendo com a Stock??? Está procurando problemas ??? Será????

    • Felipe Paranhos disse:

      Te confesso que não sei avaliar essa questão das defensas de concreto. Imagino que, por cada uma ter 3 ton de massa, pessoal não cogita isso que você falou. No mais, seria meio difícil prender no chão um troço desse em um lugar que, na segunda-feira, já está funcionando normalmente, cheio de carros de passeio precisando da via, não do circuito. Mas é isso, não sei avaliar.

  2. Luciano Alves disse:

    Felipe, só acho que para o nosso estado precisamos de um autódromo de responsa, para quem sabe abrigarmos provas da Truck, Indy e até mesmo uma segunda etapa da Stock. Vejo estados menores que o nosso e que mesmo aos pedaços possuem um autódromo e infelizmente a Bahia não tem. No mais, este blog continua cada vez melhor!

  3. Valdner disse:

    O que acontece em Salvador é mais um descaso da CBA e das empresas brasileiras com o automobilismo. Quantos lugares como a Bahia que gostariam de ter contato com o automobilismo e não recebem nenhum incentivo? Aposto que na Bahia tem uma Federação de Automobilismo sob tutela da CBA, mas tem campeonato de algum coisa?

    • Felipe Paranhos disse:

      A etapa de Salvador só é o que é porque o governo apoia muito. CBA não tem nada a ver com isso.

  4. Kleber "ChapZ" disse:

    O povo Baiano sabe aproveitar muito mais esses eventos do que nós, Paulistas e principalmente nós, Paulistanos. A Bahia é um lugar q merecia um autódromo.

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo