Publicidade

Publicidade
03/10/2011 - 10:30

Destruir uma corrida e destruir uma carreira

Compartilhe: Twitter

FELIPE PARANHOS [@felipeparanhos]

A notícia do início da semana veio do site oficial da F1. Durante o GP de Cingapura, Rob Smedley, engenheiro de Felipe Massa, pediu via rádio ao seu piloto para que destruísse a corrida de Lewis Hamilton. “Segure o Hamilton o máximo que você puder. Destrua a corrida dele o máximo que você puder. Vai, garoto”, foram as frases proferidas por Rob.

Há duas maneiras de interpretar os dizeres de Smedley. A primeira é a de que Felipe estava instruído a prejudicar Hamilton, a de ver a Ferrari como a eterna vilã que torna o esporte indigno. Para quem pensa assim, a semana será um prato cheio. A imprensa inglesa deve atacar sem dó as palavras do engenheiro do time de Maranello, até porque, no fundo, muitos na ilha esperavam um acontecimento para tentar reabilitar forçosamente Lewis do fracasso em 2011.

A outra forma de entender o que aconteceu é a que prefiro. Não sou um ouvinte atento de todas as comunicações de rádio, mas vejo a instrução do engenheiro como um incentivo. Segura o cara, não dá mole, acaba com a corrida dele! Não tem nada de mais, o que gera discussão inútil é o “destrói” — e, se formos analisar do ponto de vista semântico, destruir e “acabar com” têm o mesmo sentido.

Só que, e sempre tem um “só que”, o vazamento dessa comunicação põe por terra o que foi dito sobre Hamilton naquela corrida. E tira totalmente o sentido da revolta de Massa, que foi tirar satisfações com Lewis enquanto o piloto concedia entrevista ao vivo.

(Aliás, aqui na minha terra, bater no braço do outro, reclamar e em seguida dar as costas não é lá muito coisa de macho. Mas tudo bem, cada um se revolta de um jeito. Fecha parêntese)

Voltando ao que disse e correndo o risco de minha argumentação se perder pela digressão, digo: se Massa estava sendo orientado a pilotar defensivamente e segurar o ímpeto de um muito mais rápido Hamilton, o que ele esperava? Numa pista de rua em que as ultrapassagens são difíceis, ele queria que o rival, mais rápido, ficasse esperando um erro dele para passar?

Ora, se o piloto da frente era instruído para pilotar defensivamente — e era isso que Massa fazia —, ele não pode reclamar do fato de Hamilton ter tentado dar um jeito de ultrapassar e, por isso, acabar quebrando a própria asa e furando o pneu do carro de Felipe. Depois, Massa ajudou a linchar Hamilton, que apanha pelo que fez e pelo que não fez. E não trouxe nada de bom para a sua própria carreira.

Tá ficando feio, xará.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , ,

Ver todas as notas

93 comentários para “Destruir uma corrida e destruir uma carreira”

  1. Lúcio disse:

    Por outras palavras, Massa não forçou a batida, apenas defendeu posição, o que é lícito.

  2. Antonio disse:

    “Ora, se o piloto da frente era instruído para pilotar defensivamente — e era isso que Massa fazia —, ele não pode reclamar do fato de Hamilton ter tentado dar um jeito de ultrapassar e, por isso, acabar quebrando a própria asa e furando o pneu do carro de Felipe.” Falou tudo. Quanta imbecilidade se falou desse incidente…

  3. André disse:

    Nessas horas cai a máscara do Massa, que de tão teatral, fica patético.

  4. granito disse:

    Acho que existem dois fatos:
    1º o engenheiro do Massa é um babaca que devia ser punido por dar ordens de destruir a corrida dos outros. Destruir só tem uma interpretação destruir ponto final.
    2º hamilton devia ser mais severamente punido pois a ordem de destruir foi cumprido por ele e não pelo Massa. Será que ele ouviu o radio da Ferrari e se confundiu?

  5. Marcelo disse:

    Boa tarde. É , realmente, lamentavel, a atitude da Ferrari que, novamente, mostra que está lá para vencer a qualquer custo, sem medir consequências. Hamilton errou ao atingir Massa, mas foi incidente de corrida e , também , foi punido por isso. Schumacher errou ao atropelar Perez, mas quase nada se falou a respeito, talvez por se tratar de piloto multicampeão, não sei, mas o que disseram a respeito de Hamilton veio de pessoas que ou tem a memória muito curta ou acompanham a F1 a pouquíssimo tempo. Sempre houve incidentes como esse no automobilismo , em geral, coisas que acontecem porque todos querem vencer , mas cometem erros como qualquer ser humano. É verdade que Hamilton já errou bastante neste ano, mas o que aconteceu em Singapura, de toda forma, foi incidente de corrida e pronto. Lamentavelmente, em 2 anos, Massa mostrou que é , apenas, um funcionário da Ferrari que ali está para ajudar Alonso a qualquer custo, assim como foi Barrichello com Schumi, o que envergonha a todos nós brasileiros que um dia torcemos para uma tal de Ayrton Senna da Silva. A verdade é que a carreira de Felipe em equipes de ponta se aproxima do fim, enquanto Hamilton ainda está amadurecendo como piloto e , sem dúvida , vencerá mais títulos. Acredito que a Ferrari nos mostrá a cada dia como não deve ser uma equipe vencedora.

  6. marcão disse:

    Até um chefe de equipe, dizer pro seu piloto segurar o rival é normal !!! Já vi vários casos em que o chefe de equipe acaba usando palavras para incentivar o seu piloto a fazer o máximo, mesmo que seja segurar um rival de pistas, com um carro um pouco mais rápido !
    É preciso ouvir o rádio pra tirar alguma conclusão !
    Pra mim pode ser mesmo um incentivo a mais, uma motivação, só isso…
    E na minha opinião particular, se o cara de trás perde a cabeça e da um totó, ele tá errado, arruma um jeito de passar se for bom mesmo, se não só batendo mesmo…
    E o Hamilton é meio cabeça quente, e foi pra cima, os dois perderam…
    É de corrida, faz parte..
    Mas repito, é preciso escutar com atenção o que disse o rádio pro Felipe….
    Cada um tem a sua opinião….

  7. luisfernando-rj disse:

    pior do que o massa dando piti é o narrador da emissora oficial indo pelo mesmo caminho.

  8. alvaro disse:

    Esse Massa é pior do que o Barrichello, depois do acidente é um projeto de piloto, vai pra casa Massa.

  9. Renan disse:

    pessoal, acho q vcs estão exagerando um pouco…não torço mais para o massa desde a entregada do ano passado, mas vc estão sempre pegando no pé do cara, inclusive dizendo q o cara não é macho…
    o q o massa fez para vcs? pq isso tá indo para o lado pessoal! dizer q o massa perdeu a razão de reclamar do hamilton pela cagada do inglês é o cúmulo da perseguição! o hamilton é um dos 5 melhores pilotos em atividade, mas q ele está fazendo cagada é mto claro para todos. o massa defender é a posição é válido,só q o hamilton tem q ir lá e passar sem fazer burrada…o massa está acabado para a f1, infelizmente. mas vcs estão parecendo os dirigentes da stock q vc tanto criticam…
    abraço

    • Felipe Paranhos disse:

      Renan, não disse que o cara não era macho. Mas é que, sei lá, se você tá puto, vai lá discutir, não vai bater e correr, né. Fica parecendo covardia. Eu mesmo falei ali que a temporada 2011 do Hamilton é um fracasso, já fez muita cagada esse ano. Quando eu digo que não rola uma culpa no acidente, é porque, sabendo da orientação pro Massa, eu deixo de ver um erro puro do Hamilton pra ver um acidente de corrida.

  10. Antonio Moura disse:

    Você está pilotando defensivamente — e era isso que Massa fazia — o cara que vem atrás tenta dar um jeito de ultrapassar e, por isso, acaba quebrando a própria asa e furando o pneu do seu carro.
    Você está dentro das regras, o seu adversário não.
    Segurar alguém dentro das regras é do jogo, nem por isso o cara que vem atrás pode fazer qualquer coisa. Tenho certeza de que você reclamaria, e com toda a razão.

    • Andre disse:

      Vc pode defender a posição, mas nem por isso pode fazer “qualquer coisa”!
      Preste atenção no que escreve!

  11. O Felipe Massa agora não passa de um completo subalterno na Ferrari ou de um bobo alegre como foi Rubinho um dia na Ferrari.

  12. Jack Richard disse:

    Acho que o tempo do Massa já foi, devia pegar o chapéu e dar no pé

  13. Brunao disse:

    Só posso dizer que está ficando cada bez mais torcer por um brasileiro assim na F1, por mais que voce queira. Acho também que, como voce disse, dar a costa como ele deu alí é do tipo: Provocar e arregar em seguida. Macho que é macho poe o dedo no nariz e termina de lavar a roupa suja alí mesmo como jpa vimos os Senna Fazem na Franca em 1992. Acho que desde que o Senna morreu o Brasil espera outro Senna, que infelizmente nao veio e quem sabe lá virá, talvez em outro esporte. Em alguns anos, já nao teremos pilotos na F1, e para ter pilotos como estes, só faz o país passar verginha mundo afora. A Fiat também nao se opoe a nada disso, sendo ela proprietária da marca e tendo um brasileiro representando o nosso país além de seu maior mercado no Brasil. Prefiro ver o “Checo Perez” na Ferrari, pois assim nao me faz passar raiva e vergonha. Adoro a forma como o Hamilton pilota se bem que ele tem exagerado um poco, mas foi macho, peitou o Alonso e fez o espanhol comer poera, outro que na minha opiniao é um mimado, vivia tomando pau do Trulli na Renault, mas armaram lá a cama de gato e mandaram embora o italiano. A F1 é um puro jogo de interesses só é campeao quem se envolve em falcatruas, rolos. Desculpe o desabafo

  14. R.CASAGRANDE disse:

    Sim, feio porque fica claro que o intuito era impedir Hamilton de passar e proteger o Alonso. E no fim das contas não conseguiu segurar por muito tempo. O felipe tem se deixado intimidar pelo companheiro, assim como Webber com Vettel, petrov com Kubica e por ai vai. O que eu acho mesmo é que carreiras são destruidas por isso, porque tem pessoas que se deixam manipular e não cumprem suas obrigações morais como pilotos.

  15. alain disse:

    Dessa vez o comentário não foi muito feliz… realmente vc se perdeu um pouco amigo.

    Hamilton falhou e pronto.
    Não por que o F. massa está nessa condição que você pode desmerecer o piloto (menos, ok).

    Paciência amigo, um dia é da caça, o outro do caçador.

    Que ele venha defendendo sua posição, mas sob pressão o que você acha que ele deveria ter feito? entregar a posição?

    Felipe jogou limpo, Hamilton calculou errado a ultrapassagem, como tem sido o seu costume. Furou o pneu do cara, acabou com a corrida dele, com todo respeito, foi barbeiro! o cara não soube ser agressivo. merecida a punição.

    Up, Felipe Massa!

  16. alain disse:

    Só mais uma coisa pra você pensar… se Hamilton é realmente o piloto mais rápido e Felipe o mais lento, por que o Massa estava a frente e o Hamilton atrás?

    • Felipe Paranhos disse:

      Sempre o melhor piloto está na frente do pior, né? ¬¬

  17. Sajuuk disse:

    Slow day hmm? Pilotos fazem isso o tempo todo. Eu aposto que a ferrari falou a mesma coisa para o Alonso quando o Vettel tava atrás dele em Monza. Grande premio e suas manchetes idiotas.

  18. Márcio Araújo disse:

    Agora sim, esta tudo explicado: Aquilo é “coisa de Ferrari”. Como foi “coisa de Ferrari”, impedir que Rubens tivesse alguma vez, durante todo o tempo em que esteve lá, a “chance” de disputar um título. Eles sempre impediam Rubens. Mais deixa isso pra lá. Há menos tempo, presenciamos outra “coisa de Ferrari”, quando o “Zacarias” foi obrigado a deixar o “Megalomaníaco” ultrapassá-lo. Fico perplexo, enraivecido, é com Felipe Massa. Em 2008 ele execrou o Nelsinho Piquet, no caso “Cingapura-Gate”. O quê, até certo ponto estivesse certo. Mas, e agora? O quê ele fez, não foi tomar a mesma atitude vexatória, de prejudicar, deliberadamente outra pessoa (Lewis), pois sabia o que estava fazendo: Cumpria ordens pouco ortodoxas e não coerentes com alguém de bom caráter. E depois o ato pior e maquiavélico: Jogar para a “galera”, tentando enganá-la, fazendo acreditar que ele, Massa, era o agredido, e que Lewis fosse o agressor. Massa vai para o @#%$. Para mim, a FIA deveria intervir o punir Massa, e a Ferrari. Massa para mim, a partir de agora, é gente da pior espécie: Um verdadeiro “Briattorinho”.

  19. Thiago Canola disse:

    Bom

    Acho que o tiro saiu pela culatra então. De fato, observando o replay, percebe-se que o Felipe estava com os pneus deteriorados e não tinha nenhuma chance contra o Hamilton. A ultrapassagem aconteceria na próxima oportunidade. Hamilton forçou sim, atrasou demais a freada achando que o Felipe iria ceder, mas este tinha a preferência da curva. Não havia pista para Hamilton, tanto que quando trouxe o carro para a trajetória, só encontrou a traseira do carro do Felipe, que apesar de instruído à segurá-lo, não teve nenhuma culpa. Já puxão no braço foi um tanto quanto vergonhoso. Coisa de muleque.

    Thiago Canola

    • Felipe Paranhos disse:

      É isso, Thiago, eu concordo plenamente com você. É claro que houve precipitação do Hamilton, que ele não queria bater no Massa, estragar a sua corrida e a do Hamilton. Massa não teve culpa. Só que a ultrapassagem era algo inevitável, e Massa estava orientado a defender. Se o cara da frente está instruído a só se defender, o de trás tem de tentar alguma coisa. Por isso que eu não vejo razão para punir o Hamilton — que, na minha opinião, apanha pelo que faz e pelo que não faz. Abraço!

  20. Felipe, seu texto é perfeito.

    Assim como escrevi para o Victor, essa história do Massa só reforça que ele é capacho da Ferrari. E que nunca foi aquele piloto que ele sempre dizia que seria.

    Peço que leia meu texto, que eu coloquei em meu blog. Comenta lá também. Claro que ainda estou aprendendo as coisas, as técnicas do Jornalismo, mas me diga se esse Massa merece confiança do torcedor.

    Grande abraço!

Os comentários do texto estão encerrados.

Voltar ao topo