Publicidade

Publicidade

06/03/2011 - 16:11

Round 1… Fight!

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Vou entrar na seara (rapaz, sempre sonhei em usar seara num texto sem falar daquela fabricante de rangos) do meu bróder Felipe Giacomelli e comentar o episódio que envolveu Robby Gordon e Kevin Conway neste fim de semana. Apesar de a Nascar ter divulgado que houve um desentendimento entre os dois na área das garagens, o fato de ter punido o velho Robby com uma advertência — uma ‘liberdade condicional’, em suma — indica que, sim, rolou uma porrada básica.

E aí eu me lembrei de outras pancadarias no automobilismo. Tem o clássico Piquet x Salazar, tem Paul Tracy entrando pra história ao brigar tanto com Sébastien Bourdais quanto com Alex Tagliani, como pode ser visto cá.

Na F1 também tem quase-vias-de-fato. Em 1998, durante o GP da Bélgica, David Coulthard jogou no lixo a corrida de Michael Schumacher, que ficou irritado e foi aos boxes da McLaren catar o escocês. Quaaase deu M.

Aaah, lembrei de mais uma. GP do Brasil de 2009, Trulli e Sutil saem na primeira volta. Depois, rolou dedo na cara. Em Abu Dhabi, essa discussão deveras interessante. Essas são as minhas confusões. Tem alguma porrada ou quase porrada marcante para vocês?

Autor: - Categoria(s): F1, Nascar Tags: , , , , , , ,
26/01/2010 - 14:40

Ainda as cores

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Não tinha visto, mas acho que muitos de vocês também não: a Fazzt, equipe que Alex Tagliani defenderá na temporada 2010 da Indy, lançou semana passada a pintura de seu carro, no Montreal International Auto Show. O toque de laranja-marrom (sei lá que cor é essa) quebra um pouco a sobriedade alvinegra.

Fazzt

E aí eu descobri que o capacete do Tagliani também tem esse maldito padrão tribal-espermatozóide. Acho confuso pacas. E de mau gosto. Eis:

Fazzt2

A propósito, para quem não sabe, os donos da Fazzt são os empresários Jim Freudenberg, Andre Azzi e… O ator e ex-piloto Jason Priestley, conhecido no Brasil por trabalhar no seriado Barrados no Baile, nos anos 1990. Não lembra? Olha a foto dele aqui.

Seu ápice nas pistas foi a participação na temporada 2002 da Indy Pro Series, hoje Indy Lights. O norte-americano abandonou as pistas no ano seguinte, com a morte do amigo Tony Renna durante treinos de pós-temporada em Indianápolis.

Autor: - Categoria(s): F-Indy Tags: , , , , ,
Voltar ao topo