Publicidade

Publicidade

04/03/2011 - 16:09

Uma década de história

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Em 4 de março de 2001, há exatos dez anos, Fernando Alonso estreava na F1. Era GP da Austrália, em Melbourne, e o espanhol ainda ganhava experiência com uma Minardi.

Naquela corrida, ninguém prestou muita atenção no piloto de 19 anos que largou em 19º, deixando Mazzacane, Burti e Tarso atrás no grid, e terminou em 12º, numa prova que apenas 13 pilotos completaram.

Só que aquele GP era a primeira etapa de uma carreira extremamente vitoriosa no topo do esporte a motor mundial. De lá pra cá, foram 158 GPs, 26 vitórias, 20 poles, 18 melhores voltas, 4 equipes, 11 companheiros, 63 pódios, 31 abandonos, 829 pontos, 1362 voltas na liderança, dois títulos e um vice-campeonato.

Alonso está, inegavelmente, no rol dos melhores de todos os tempos na F1. Um rol grande, é verdade, mas que dá lugar ao asturiano, craque por onde passa. Tô errado?

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
10/02/2010 - 10:57

Di Grassi se prepara para estreia em Jerez

Compartilhe: Twitter

Os treinos coletivos da F1 em Jerez de la Frontera contam com a presença de mais um brasileiro: Lucas Di Grassi. Depois de apresentar o VR-01 na semana passada, a Virgin vai fazer sua estreia oficial na segunda série de testes do ano. Timo Glock pilota o carro nos dois primeiros dias – quarta (10) e quinta (11) –, enquanto o brasileiro assume o comando do modelo na sexta (12) e no sábado (13).

Di Grassi já está em Jerez e apareceu no circuito espanhol nesta quarta. O Grande Prêmio, que tem o repórter Marcelo Ferronato como enviado especial à Espanha, conversou com exclusividade com o piloto no motorhome da Virgin.

Lucas falou sobre suas expectativas para 2010. Disse que a equipe está dando o apoio necessário para que ele, que estreia na F1 como titular neste ano, se sinta à vontade.

O carro da Virgin também foi assunto do papo. Di Grassi afirmou que já deu para perceber em poucos testes na pista de que a base do bólido é boa, sem problemas crônicos, o que era muito difícil, já que o carro era apenas uma ideia há algum tempo.

Mesmo assim, o brasileiro não quer tirar uma conclusão precipitada, já que o time é novo e deve sofrer com problemas ao longo do ano por esse fato. Apesar de saber que a escuderia não vai brigar com os primeiros colocados, o piloto acredita que haverá uma evolução de performance durante a temporada, até porque, segundo palavras de Di Grassi, o trabalho da Virgin está no mesmo nível de outras equipes.

O internauta pode conferir essas e outras opiniões do representante de um dos quatro times estreantes na F1 em 2010 aqui no BloGP, que traz a íntegra da entrevista que o GP fez com Lucas.

Ouça aqui a entrevista com Lucas Di Grassi, direto de Jerez de la Frontera, na Espanha

Marcus Lellis – @marcuslellis

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo