Publicidade

Publicidade

24/11/2009 - 19:19

Bovinas 5 – e fim de papo

Compartilhe: Twitter

Está tarde, eu sei, para falar de Stock Car. Mas o trabalho do domingo foi intenso, e só agora consegui uns segundinhos livres para fazer isso.

Sobre a corrida: não é segredo para ninguém que não gosto das corridas da Stock. Mas a de Tarumã foi, sim, legal – teve ultrapassagens, brigas por posições; enfim, tudo que se espera de uma prova. O novo carro parece ter casado bem com a pista gaúcha.

Que, esta sim, está NOS PÉ DA ÉGUA. Todos os pilotos foram unânimes em dizer o quanto apreciam guiar em Tarumã, mas todos também ressaltaram o óbvio: não dá mais. Falta tudo que é possível imaginar de estrutura. Os boxes são minúsculos e apertados, as áreas de escape parecem campos minados, não há guard-rail para proteger dos barrancos. Até mesmo para a imprensa é péssimo, pois a sala fica no meio do nada, sem que tu possa enxergar a pista. E, pra completar, ela fica DESNIVELADA, caindo para um lado. Péssimo.

Sobre o título: merecídissimo. Aliás, vou cobrar de Cacá Bueno na próxima corrida em que eu for, pois ele se deu bem em todas as coberturas que eu fiz até hoje – venceu em Santa Cruz e Tarumã no ano passado e foi campeão neste ano. Mas, brincadeiras à parte, o piloto da Red Bull é hoje o melhor do Brasil, sem nenhuma dúvida. Quem tenta transferir a ele a raiva que tem do Galvão não faz NENHUM SENTIDO. Ele já fez merda, óbvio – como acusar o GP de mentiroso no ano passado, e de ter mandado o público (acho que de Brasília) tomar no cu mostrando o dedo, etc, mas isso não tira o fato de que o cara é um PUTA piloto de turismo. Está de parabéns.

E, last but not least, eu tive a chance – oportunizada pelo grande Otazú, assessor de imprensa de uma camaçada de pilotos e da Goodyear – de dar uma volta rápida em Tarumã a bordo do carro da fornecedora de pneus, pilotado pelo Júlio Campos, campeão antecipado da Pick-up. E, olha, foi SENSACIONAL. Tentei filmar, mas ficou uma merda, com a câmera digital que eu tenho. É impossível se controlar no carro sem ter no que se segurar, e é incrível ver como é dar um verdadeiro pau em um carro no circuito mais rápido do Brasil.

Tarumã vai deixar saudades. Tomara que alguém consiga remediar o que for necessário no circuito.

E vejam o vídeo da volta:

Câmbio e desligo sobre o assunto,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
23/11/2009 - 11:30

Acordo entre Sauber e Qadbak está próximo do fim, garante jornal

Compartilhe: Twitter

Semanário “Sonntagszeitung”, da Suíça, disse consórcio que comprou equipe tem problemas de financiamento

Tudo parecia certo para que a Sauber assumisse a vaga da Toyota como 13ª equipe da F1 em 2010 após o anúncio de saída dos nipônicos. Entretanto, de acordo com o jornal semanal “Sonntagszeitung”, a situação do time suíço não é das mais tranquilas: o periódico afirmou neste domingo (22) que o consórcio Qadbak, que comprou o time, não conta com financimaneto de ricas famílias do Oriente Médio, como se dizia.

Segundo o jornal suíço, a Qadbak não conseguiu comprovar que tem o financiamento necessário para manter a Sauber funcionando e, por isso, a FIA tem hesitado em garantir o time no grid de 2010. Além disso, o “Sonntagszeitung” destacou que Russel King, nome por trás do grupo de investimento, passou algum tempo na prisão por fraude envolvendo seguros e teve seus bens congelados — situação que causou surpresa no departamento legal da BMW.

Com isso, o futuro da Sauber segue indefinido após a decisão da montadora alemã de deixar a F1. O chefe de equipe Mario Theissen disse à revista “Autosport” que tudo continua igual. “A situação não mudou. O time ainda não tem uma vaga no grid. Esperamos conseguir uma, mas nada ainda foi feito. E, obviamente, o atraso torna mais difícil negociar com pilotos e patrocinadores.”

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
22/11/2009 - 10:48

Bovinas 4

Compartilhe: Twitter

A chuva que tem castigado o Rio Grande do Sul nos últimos dias contribuiu para que a presença do público neste domingo em Tarumã seja menor do que o de costume, como mostra a foto tirada da arquibancada principal, na reta dos boxes – e das corporativas, que ficam logo acima.

Ainda assim, há bastante gente: além dos que acamparam, que foram mostrados antes, o trânsito está congestionado na entrada do circuito, segundo me disse meu camarada Cristiano Estrela – que, além de fotógrafo do Correio do Povo, também tem a dileta honra de ser MARIDÓN da minha prima Júlia.

Mas, mesmo com o tempo feio, há cenas bastante belas…

Leia mais »

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
22/11/2009 - 07:47

Bovinas 3

Compartilhe: Twitter

IMG_2251
Ode ao vento

Este post deveria ter entrado no ar ontem, mas não houve tempo hábil para tanto. Mas vamos lá.

Acho que todos perceberam que eu não sou muito adepto do gaúcho pride, aquela coisa de “RS melhor estado”, “primeiro mundo” e etc. Mas nem por isso deixo de reconhecer os méritos que o povo daqui tem quando gosta de algo: a relação parece ser bem diferente da que existe em outros cantos do país.

Como ontem, por exemplo: com um ciclone previsto para passar pela região, havia bastante gente acampada aqui, com lonas, em caçambas de pick-ups e outros meios. Bem menos gente do que o normal, mas ainda assim um número considerável de pessoas.

IMG_2259
Paixão pelo que merece

E isso é legal. Como bem disse Cacá Bueno após conseguir a pole, Tarumã vai deixar saudade, mas a estrutura é muito precária – juro que a sala de imprensa tem um CAIMENTO para, no momento, a minha esquerda, em direção a curva 1 -, e ainda assim a negada faz uma festa.

IMG_2249
Fornecimento de janta do autódromo

Invejo bastante.

Torcendo para que isso não mude em outras paragens,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
21/11/2009 - 08:40

Bovinas 2

Compartilhe: Twitter

A RS-118 é, sem dúvida alguma, a pior estrada em que já andei. Ela liga a Freeway (BR-290, que sai de Porto Alegre até o litoral) ao Autódromo de Tarumã, e cansa a paciência de quem precisa chegar na pista.

Sério, é um negócio impressionante, ainda mais por vir logo após deixarmos a Freeway, bastante cuidada e organizada. Quando se pega o acesso… é muita tristeza. Os buracos, fendas e desníveis do asfalto são tantos, mas tantos, que tornam os 14 km até a porta do circuito um martírio.

O brabo é saber que esta é também uma das estradas mais negligenciadas que existe pelo poder público. Sem nenhum tipo de reformas neste trecho há uns, sei lá, 150 anos – a parte entre Sapucaia do Sul e a Freeway, apesar de tão medonha quanto, está sendo lentamente duplicada -, não dá para se imaginar que algum dia a visita a Tarumã seja feita de forma tranquila ou serena.

Lamentando pelos amortecedores,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
21/11/2009 - 01:51

Bovinas 1

Compartilhe: Twitter

IMG_2246
Temporal DO CARALHO caindo na minha fuça na hora de andar 70 km até o autódromo

Bueno,

Antes que os gaúchos que nos leem comecem a desfraldar xingamentos como se alguém estivesse rindo do feriado que comemora uma revolução derrotada, vale a pena dizer que sou colorado e gaúcho nascido em Novo Hamburgo, exemplo maior do provincianismo que reina no Pampa. Em 1993, por aí, acho que a taxa de carros que tinha aquele adesivo maléfico de República dos Pampas era de 1 para cada 2, facilmente.

Portanto, sei do que falo. Somos todos, sim, bovinos até os ossos. Achamos bonito ter conhecimento sobre merda de vaca, por exemplo. Nada mais bovino do que isso.

Mas vamos lá: uma das diversas coisas que me irrita neste estado é a completa falta de estrutura de tudo de tudo mais tudo. Como hoje (ontem, teoricamente, mas o dia só vira amanhã quando vamos dormir, o que pretendo fazer nos próximos 20 minutos): quando coloquei o pé na estrada – ou, mais especificamente, os pneus do Golzinho na BR116 -, o mundo começou a EMULAR 2012 pela segunda vez em dois dias.

Sério mesmo, foi PAVOROSO guiar em uma estrada que conseguiu ficar alagada entre NH e Sapucaia em dez minutos. Gravei vídeos e, quando tiver uma internet decente, vou colocar no youtube para que vejam – sigam @franciscoluz no Twitter para serem avisados.

Mas, depois, a água tranquilizou e consegui chegar a Tarumã praticamente ileso, com apenas um tênis dando sinais de esgotamento fatal. E o que vi lá me surpreendeu: um grande trabalho conseguiu recuperar o autódromo da DESGRACEIRA absoluta de quinta e deixou tudo em ordem para o treino.

Não é novidade para ninguém – ou, ao menos, ninguém que me conheça – que não gosto das corridas de Stock. Acho chatas: os carros são muito grandes para as nossas depauperadas pistas, como destacou o Felipe logo abaixo. Não tem condições de se fazer uma prova competitiva se não há como dois carros ficarem lado a lado sem que um deles passe metade do tempo na grama.

Mas admiro, sim, o trabalho que é feito nos bastidores da Stock. Claro que toda a política que existe, por N motivos (Rede Globo, comissários inaptos, pilotos que têm mais poder do que os outros, etc), incomoda – e muito. Mas a estrutura é MUY DIGNA e merece os parabéns, por conseguir colocar de pé um negócio que parecia fadado ao fracasso: metade das cidades da região metropolitana de Porto Alegre está com problemas no abastecimento de água e luz. Isso é caos, gurizada, e a Stock superou isso. Como sempre dissemos, parabéns quando estes são merecidos.

Como só cheguei à tarde em Tarumã – estava fazendo o rescaldo da tragédia na firma nº 2 pela manhã -, pude acompanhar apenas um treino de cada categoria. Mas valeu para ver que, se a chuva permanecer caindo por aqui, como está previsto, vamos ter mais problemas. Paulo Salustiano capotou seu carro no final do TL2 da V8 na curva do Tala Larga, e eu burramente deixei a câmera na mochila na hora de ir conferir. Logo que eu tinha chegado, João Ometto havia batido na Pick-up, e não vai participar da prova, pois seu carro ficou todo empenado.

Mas vamos lá. Copiando o que faz a chefia, este é o primeiro boletim das Bovinas. Mais virão ao longo do sábado e domingo. Não percam.

E, como estamos aqui, é hora de homenagear o que realmente merece desta terra:

Escutando um hardcore,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
21/10/2009 - 01:10

Frustração garantida

Compartilhe: Twitter

Está lá, no livro de São Francisco, capítulo 4, versículo 10:

Se tudo correr como esperado, vai ser o quinto ano consecutivo que o campeão será conhecido após as 73 voltas em Interlagos. E, se a situação correr como o previsto, mais uma vez um piloto brasileiro será derrotado na briga pelo título correndo em casa.

Eu poderia ser CHAUVINISTA PRA CARALHO com a grande maioria dos 43 comentários feitos que me xingaram, deturparam o que eu disse, me acusaram até de TORCER para o Button e coisas similares. Mas não: vou ser apenas magnânimo e dizer que isso, como já havia sido EXPLANADO, era normal e esperado.

Button fez o que precisava – aliás, fez até mais do que isso, pois teve uma corrida realmente impecável. Se o sábado do inglês foi de terror, o domingo deve ter gerado uma EXPLOSÃO de alegria poucas vezes vista. Afinal, o cara conseguir chegar em quinto, após largar em 14º, e conquistar o título com o rival largando na pole, é pra CHORAR no cantinho e agradecer, não?

Performance de campeão, sem dúvidas.

Mas aí vamos ao outro ponto da PROFECIA cometida por mim lá no início do mês, pouco depois do GP do Japão:

O histórico do veterano da Brawn na sua prova local é bastante fraco, com apenas quatro finalizações entre os pontos em 16 provas, e um solitário pódio em 2004

Claro que a maioria das pessoas LEU MAL e não entendeu que eu disse que Barrichello andava mal em Interlagos — como, de fato, não anda: ele manja do circuito, como manja de todos na sua maioria, experiente e bom piloto que é. Mas Rubens, de fato, não costuma contar com a sorte na zona sul de São Paulo.

Não que ele fosse ganhar: o safety-car no início arruinou completamente suas pretensões de vitória, e a chuva que não caiu acabou detonando tudo. Mas aquele pneu furado no fim foi muito triste. Ele merecia, pelo ano que teve e a história de filme infantil que protagonizou neste ano, chegar ao menos no pódio. Não deu, o que é uma pena, mas que apenas comprova o que eu já havia dito.

Enfim… o título de Button foi merecido. Ele não é um piloto brilhante? Nunca foi, assim como nunca o foram Damon Hill, Keke Rosberg, Alan Jones e os outros caras comumente citados em listas do gênero. Mas ninguém que vence seis corridas em sete é ruim ou não merece vencer. Foi o seu ano, a sua grande chance, e ele aproveitou. Os méritos estão todos aí.

Resta agora aguardar por 2010. Se tudo se desenhar como EU espero, vai ser um ano do cacete, rivalizando em emoção com 2008, mas com menos BICHICES extra-pista. Ferrari forte, McLaren também, Red Bull e Brawn seguindo um bom momento e Renault em cima… vai ser massa.

Confiem em mim. Já provei que entendo do futuro.

Com a luz da lua,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
18/10/2009 - 13:06

Não consigo acreditar

Compartilhe: Twitter

button_seco
Retrato da falência do jornalismo brasileiro

É normal, e até esperado, que qualquer emissora, em qualquer lugar do mundo, demonstre simpatia e torça pelos atletas do seu país em uma disputa internacional. Mesmo que, muitas vezes, estes atletas não representem nada para alguns torcedores, o fato de usar as cores do seu país tornam algo comum este tipo de sentimento. É o que acontece na F1: a imprensa inglesa baba por Hamilton e Button, os espanhois são tresloucados com Fernando Alonso e os italianos gostam de qualquer um que esteja na Ferrari.

Portanto, não seria diferente aqui, ainda mais com Barrichello na briga pelo título. Mas a foto acima representa, ao menos para mim, um total NONSENSE com relação a este assunto. Não consigo acreditar que uma emissora séria como a Globo realmente se propôs a colocar uma repórter/apresentadora como a Glenda Kloslowski a correr atrás do Button com uma toalha para secá-lo. Isso aí foge da questão “brincadeira” e vira puro desrespeito.

Secando o Button, o que a Globo pretende? Mostrar que torce por uma batida dele? Talvez uma que o tire da disputa do GP de Abu Dhabi? A linha que divide bom jornalismo com pachecada descontrol não é nem um pouco tênue — na verdade, é um muro de Berlim — e, ainda assim, eles conseguiram passar de um lado ao outro sem nenhuma vergonha.

Esse tipo de coisa é deprimente. Convidar outras pessoas a secar um boneco do inglês, mais ainda. Fico feliz apenas de ver que algumas pessoas se recusaram a participar desse tipo de patacoada.

Enxugando gelo,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
06/07/2009 - 12:29

Só para não passar em branco

Compartilhe: Twitter

O melhor, post do Chico lá embaixo, bateu nosso recorde de comentários. São 102 até agora. Valeu, pessoal.

Felipe Paranhos

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , ,
30/06/2009 - 10:57

Folga de piloto

Compartilhe: Twitter

Você fica curioso para saber o que os pilotos fazem enquanto estão de folga? Pois veja só:

Imagens cortesia da Hyset, e o piloto que levou a câmera onboard foi o Carlos Almeida (conhecido aqui e alhures como Casé), de 15 anos. Nos links depois do vídeo, há a continuação da corrida, que ele levou. E, sim, aqueles capacetes e macacões são de quem vocês estão imaginando, mesmo.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): Kart Tags: ,
Voltar ao topo