Publicidade

Publicidade

16/07/2010 - 12:09

Dennis, o Pimentinha

Compartilhe: Twitter

JOÃO PAULO BORGONOVE

Eddie Jordan, ex-chefe de equipe e dono da Jordan, hoje trabalha na BBC, rede de TV britânica que cobre a F1. Jordan, todo pimpão, foi entrevistar Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, durante o GP da Inglaterra, em Silverstone, ao vivo, quando sua comunicação falha e, com isso, atrapalha a entrevista.

Ao fundo, sorridente, aparece Ron Dennis, mandatário da McLaren, mexendo em algo pouco antes da falha que atrapalhou Jordan. O dirigente cortou o cabo de comunicação. Resultado: Jordan pretende processar Dennis pelos danos causados pela traquinagem, segundo o tablóide inglês “The Sun”.

Ron Dennis teria procurado a direção da BBC, mas nenhum pedido de desculpas formal foi emitido.

Não sei qual é a relação de ambos – se são amigos ou não -, mas acho que brincadeira tem hora, principalmente se isso prejudica o trabalho de alguém. Ok, reclamamos que a F1 está chata e tal, mas tudo tem limite, creio. Mas uma coisa fica: eu não sabia desse lado “brincalhão” de Ron Dennis.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,
13/07/2010 - 12:23

Castigo de Creche

Compartilhe: Twitter

 

JOÃO PAULO BORGONOVE [@Borgo_]

Bruno Senna ficou de fora do GP da Inglaterra, disputado no último final de semana em Silverstone. Isso todos sabem. O que é um mistério até o presente momento é o motivo disso tudo.

Muitas especulações rondaram os sites e revistas especializados em automobilismo pelo mundo, mas um deles chamou a atenção. O alemão “Sport Bild”, tablóide famoso por seu sensacionalismo, “comprou a versão” de que Senna foi trocado por Sakon Yamamoto em Silverstone por ter enviado um e-mail por engano para Colin Kolles, chefe de equipe da Hispania.

Segundo a publicação, Senna fazia duras críticas ao romeno e sua forma de gerir a equipe. E Senna teria enviado, em um ato falho, uma cópia para Kolles. Resultado? O brasileiro teria sido punido pelas palavras, tendo sua vaga privada na Inglaterra.

Senna foi substituído de última hora, na quinta-feira anterior ao GP. O piloto já havia dado voltas na pista para reconhecer o novo traçado inglês, inclusive. Também participou de todos os eventos promocionais da equipe, que disse que o piloto volta ao carro na próxima etapa, em Hockenheim, na Alemanha.

Difícil de engolir uma história dessas, heim. Principalmente por haver um contrato entre as partes. Não é assim que as coisas funcionam. Uma equipe de F1 não é uma creche, onde castigos são aplicados como punição por mau comportamento. Se for, a coisa está realmente muito feia na Hispania.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , ,
23/11/2009 - 13:01

Donington mantém esperança de ter GP da Inglaterra

Compartilhe: Twitter

[Nota escrita por Luana Marino]

O prazo para Silverstone decidir se aceita ou não as condições impostas por Bernie Ecclestone para realizar o GP da Inglaterra em 2010 já foi dado. Contudo, Donington Park ainda mantém as esperanças de conseguir um comprador a tempo de ser a sede da etapa inglesa do calendário da F1, já que a Donington Ventures Leisure, empresa que detinha os direitos de propriedade arrendada do circuito, foi à falência.

“Eu acho que isso é extremamente encorajador,” disse Nigel Price ao jornal “Evening Standard”. “Sem antecipar nada que Bernie possa querer fazer, mas ele mostrou desejo em levar a F1 para Donington”, completou.

“Portanto, se nós pudermos encontrar alguém com o poder financeiro e direção para que algo seja feito rapidamente, tenho certeza de que Bernie ainda consideraria isso”, concluiu Price.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
23/11/2009 - 11:26

Ecclestone: "No momento, não há GP da Inglaterra"

Compartilhe: Twitter

Continuando a publicação de notícias por aqui… Tudo pela informação, haha

[Nota escrita por Felipe Paranhos]

Sempre perguntado pelo futuro do GP da Inglaterra, Bernie Ecclestone foi duro em relação a Silverstone. Segundo o presidente da FOM, se o calendário fosse confirmado hoje, não haveria prova inglesa em 2010.

“Eles tinham um contrato que poderiam assinar se quisessem, mas não assinaram. No momento, não há GP da Inglaterra. Acho que 9 de dezembro, que é quando a comissão da F1 vai se reunir, é o dia em que ele será retirado do calendário. Se não houve contrato, não haverá GP da Inglaterra”, declarou o britânico.

Ecclestone, porém, afirmou que há uma possibilidade de Donington voltar à disputa pelo GP “se alguém surgir com as ideias corretas e com os recursos”.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , ,
Voltar ao topo