Publicidade

Publicidade

03/04/2010 - 01:31

Surtees, uma homenagem

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Hoje, a Carlin presta homenagem a Henry Surtees, morto em consequência de um acidente no circuito de Brands Hatch, no dia 19 de julho. Pela F2 — ou seja, ele não corria pela Carlin à época. E isso é o mais legal.

Henry esteve na equipe na F-BMW Inglesa em 2007 [foto] e na F3 Inglesa no ano seguinte. Nesta temporada 2008, seu mecânico foi Daniel Hale. Em memória do jovem piloto, que morreu com apenas 18 anos, Daniel decidiu convocar os fãs de automobilismo, equipes e pilotos britânicos para uma corrida beneficente em favor da Headway, entidade beneficente que ajuda pessoas que sofreram lesão cerebral.

Com o dinheiro arrecadado, a entidade vai apoiar o financiamento de um Centro de Artes e Ofícios com o nome de Henry. Qualquer quantia pode ser doada pelo endereço www.justgiving.com/carlinraceforhenry. Até o início deste sábado, foram arrecadados 46% dos € 5.000 esperados.

Autor: - Categoria(s): F2 Tags: , , ,
31/12/2009 - 17:13

Surtees, 2009

Compartilhe: Twitter

FIA Formula Two ChampionshipFelipe Paranhos

E a tal edição extraordinária prometida no outro post veio mais cedo do que eu imaginava. Lembrei da morte de Henry Surtees, que foi, para mim, o acontecimento do ano no esporte-motor, desbancando todas as histórias marcantes da F1 em 2009, o acidente de Massa e o renascimento de Helio Castroneves.

Porque foi o tapa na cara de todo mundo que esqueceu do automobilismo como esporte de risco. Um menino de 18 anos, de sobrenome nobre e sem nada ainda na carreira, vitimado por uma roda solta de outro carro, quicando na pista. Algo tão despercebido, até porque Jack Clarke tinha batido forte pouco antes, que nem chamou a atenção de quem transmitia a prova.

Foi do carro de Clarke que saiu a roda que atingiu Henry. Imagino o que passou na cabeça do piloto do carro 11, também garoto, ao saber que o acidente que sofreu gerou o falecimento de um colega de grid. É evidente que ele não teve culpa, mas deve ter sido extremamente torturante para o britânico de 21 anos.

A morte do jovem piloto não gerou a comoção do acidente de Massa, muito mais conhecido. Nem teve a repercussão das ameaças-fantasma de racha na F1. Muito menos motivou tantas manchetes como a volta de Michael Schumacher.

Mas foi o maior golpe recebido pelo esporte em 2009. E, confesso, achei a reação a ele muito tímida. Que eu esteja errado e não precise escrever algo do tipo no fim do ano que vem.

Autor: - Categoria(s): F2, Geral Tags: , ,
14/09/2009 - 15:26

Eu não, Max

Compartilhe: Twitter

Na última volta do GP da Itália, Hamilton escorregou e bateu nos pneus. De frente. As duas rodas ficaram no carro. Na pancada, a traseira chicoteou e também atingiu a barreira. E a roda traseira esquerda se soltou… Depois do acidente que matou Henry Surtees, alguém acredita nos tais cabos de kevlar Zylon que impediriam que isso acontecesse?

Felipe Paranhos

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
19/08/2009 - 11:43

Não em branco

Compartilhe: Twitter

Só para não passar batido, a homenagem da F2 a Henry Surtees, no último final de semana, em Donington.

Em frente ao carro — inteiro — que foi do garoto, todos os pilotos fizeram um minuto de silêncio antes da primeira corrida.  Em seu twitter, o brasileiro Carlos Iaconelli elogiou a cerimônia. “Realmente boa a homenagem para o Henry! Mas foi muito estranho ver o carro dele inteiro lá, parecia que ele estava lá ainda, olhando para nós.”

Felipe Paranhos

Autor: - Categoria(s): F2 Tags: , , ,
Voltar ao topo