Publicidade

Publicidade

18/05/2009 - 10:59

Politik

Compartilhe: Twitter

Pois, os nobres comentaristas acertaram a mão na primeira pergunta feita pelo Felipe, sobre o que deveria fazer Alex Tagliani. A Conquest agradeceu Bruno Junqueira pela classificação, prometeu uma carta de recomendação no futuro e deu o carro do brasileiro ao canadense, que vai disputar as 500 Milhas de Indy. Aposto um café com quem quiser que o Tagliani não completa essa bagaça — e mais: um EXU baixou em mim agora e disse que ele vai bater na volta 28. Melhor não duvidar.

Do outro lado do Atlântico, Max Mosley diz que os times que não enviarem suas inscrições a tempo podem fazer isso depois, mas pagando multa e só com espaço disponível. Mas, pouco a pouco, começa a baixar o tom.

Se bem que essa versão atacada do Mosley parece dar sempre um tiro e um afago. Em um dia, detona a Ferrari; no outro, avalia a possibilidade de os times participarem. Assim, mantenho minha outra aposta: logo essa bobagem toda vai ser contornada, e a F1 segue como dantes em 2010.

Ainda bem que ninguém aposta comigo, senão corria o sério risco de ficar (ainda mais) pobre. Mas, seguimos.

Ah, sim, o título do post rende uma homenagem a uma das grandes bandas da atualidade.

Abraços,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): 500 Milhas, F-Indy, F1, Regulamento de 2010 Tags: , , ,
Voltar ao topo