Publicidade

Publicidade

05/01/2010 - 22:27

Um grande cara

Compartilhe: Twitter

Conheço muita gente que, baseada nos dois últimos anos de F1, acha que Kimi Raikkonen era totalmente dispensável da categoria e, por isso, não vai fazer muita falta. Discordo, e discordo muito. Não apenas pelo baita piloto que o cara é, mas por ser extremamente genial quando decide se manifestar.

Sem ficar de gracinhas ou falando sempre o mesmo discurso pasteurizado – quando não está a fim, simplesmente não fala, ou MURMURA qualquer coisa para o que o deixem em paz -, Kimi é diferente dos demais quando tem vontade de se manifestar. E foi o caso na entrevista que deu ao Red Bulletin: sincero e honesto, ele mostrou muita personalidade.

Não se negou, por exemplo, a falar sobre as dificuldades que acredita que terá no WRC em 2010, nem sobre o acidente sofrido no Rali da Finlândia do ano passado e as expectativas que determinou para este ano. Também foi franco ao falar sobre o seu tempo de F1, dizendo que “todas as voltas são iguais” e que preferiu o carro deste ano da Ferrari ao do ano passado – e também sobre a relação do piloto com outras pessoas quando precisa falar sobre algo de um carro.

Enfim: vale a pena ler. O link está ali em cima.

A dica musical de hoje é de uma banda também escandinava e que leva no nome o sentimento que Kimi demonstrou do atual ambiente da F1:

Hellyyttä!
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1, WRC Tags: ,
04/12/2009 - 09:04

Grande notícia

Compartilhe: Twitter


Vamos ver isso mais vezes em 2010. Que tri

Sempre fui um fã de Kimi Raikkonen, desde os seus primeiros dias de Sauber, passando pela McLaren e no período de Ferrari. Comemorei bastante o título de 2007, descontado de maneira sobrenatural com a superação da grande desvantagem que ele tinha para Hamilton. E, por isso, estava achando uma verdadeira merda o fato de que um dos pilotos mais talentosos do grid não teria espaço para correr em 2010.

Mas tudo isso mudou hoje. Com a confirmação de que vai disputar o WRC, podemos ter a certeza de que Kimi vai com o verdadeiro SANGUE NOS OLHOS para a próxima temporada, buscando dar o melhor de si em um ambiente que lhe é natural – sem tanta frescura como na F1, onde o piloto passa a maior parte do tempo em que não está nas pistas como garoto-propaganda dos seus patrocinadores.

(Um adendo: nada contra patrocinadores; na verdade, tudo ao seu favor. Gosto da exposição das marcas e da associação delas com diversos esportes. Mas tem gente que não é feita para trabalhar com propaganda, e este me parece ser o caso de Kimi).

Já havia DETECTADO aqui, há algum tempo, um certo enfado do finlandês com a F1 – se não me engano, na época da crise política entre FIA, Fota e tudo mais. E ele dizia claramente que pensava em não permanecer. Bom, as coisas mudaram, ele não conseguiu o acordo que queria com a McLaren, mas, ainda assim, fez questão de fazer apenas o que deseja. Kimi teria espaço na Mercedes ou em qualquer outro time para 2010, com exceção de Ferrari e McLaren, e decidiu deixar o glamour de lado para correr do que gosta.

Gostem dele ou não, isso é MUITO digno. Respeitei ainda mais.

Nenhum sentido com o post, e nem com a PROPOSTA do que eu vou fazer por lá – ver um SIMPLÓRIO show do AC/DC. Mas Argentina significa tango, e tango quer dizer Gardel. E essa é uma das músicas mais lindas que há.

Por una cabeza,
Francisco Luz

Autor: - Categoria(s): F1, WRC Tags: , ,
24/11/2009 - 11:53

Kimi mais perto do Mundial de Rali?

Compartilhe: Twitter

Sem lugar na F1, o destino de Kimi Raikkonen em 2010 parece cada vez mais próximo do rali. De acordo com o site “Automoto365”, o finlandês assinou um pré-contrato com a Citroën para a próxima temporada.

Raikkonen inicialmente era cotado para a vaga de Heikki Kovalainen na McLaren. O cockpit inglês, na verdade, era a única alternativa, segundo o próprio piloto, para permanecer no Mundial no próximo ano. Mas como se sabe as negociações fracassaram. Entende-se que alguns aspectos financeiros e compromissos com patrocinadores tenham minado o acordo. O time britânico, então, optou por Jenson Button.

Após o anúncio da compra da Brawn pela Mercedes e da transferência de Button para a escuderia de Woking, o nome de Kimi surgiu com força para ocupar um dos carros prateados. No entanto, os rumores de que teria fechado com alemães foi desmentido por Kimi que, mais uma vez, insistiu em um ano sabático na F1.

Mas ida de Raikkonen para o Mundial de Rali é vista com bons olhos. Será a primeira vez que a categoria terá um campeão mundial de F1 disputando a temporada toda. Além disso, é uma forma de reforçar o campeonato, que nos últimos meses perdeu fabricantes importantes como a Subaru. Seria um grande empurrão.

No momento, não se sabe a natureza do contrato de Kimi com a Citroën. Mas acredita-se que o piloto tenha duas possibilidades: a de defender a equipe júnior da fábrica gaulesa ou correr junto com Petter Solberg.

Autor: - Categoria(s): F1, Geral Tags: , , , , ,
08/07/2009 - 12:49

Alguém me responde?

Compartilhe: Twitter

Algumas perguntas que me vêm à cabeça enquanto não leio emails perguntando porque a gente não fala “mais” de NATAÇÃO:

1) O fato de Justin Wilson ter vencido com a fraquíssima Dale Coyne em Watkins Glen significa que não é preciso muito para superar os pilotos da Indy em circuitos mistos?
2) Quem acha que a Ferrari vai pagar € 28 milhões pra tirar o sonado Raikkonen e trazer o apaixonado Alonso poderia levantar a mão, por favor?
3) Alguém também notou que o Massa fala “Entre no cRima da Fórmula 1” na propaganda da Bridgestone?

Felipe Paranhos

Autor: - Categoria(s): F-Indy, F1 Tags: , , , , , , , , ,
Voltar ao topo