Publicidade

Publicidade

30/03/2010 - 12:40

Vai um carro aí?

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Nesta terça-feira (30), ou seja, exatamente hoje, a A1GP faria seis anos. A A1 acabou, todos sabem, embora Tony Teixeira não tenha sido digno para escrever um comunicado de despedida. Na surdina, estão vendendo todo o equipamento e os direitos da categoria, caso algum ricaço se interesse. Mas é TODO o equipamento, mesmo.

Os vinte carros com chancela Ferrari, usados na última temporada da A1, estão no pacote à venda, junto com as peças sobressalentes, modelos em escala para túnel de vento e motores reserva. Caso o interesse seja em carros mais antigos, há também 14 carros da Lola, aqueles construídos em 2005 e utilizados nos três primeiros campeonatos. Estes carros, porém, estão sendo usados na AutoGP, a antiga F3000 Europeia.

Vão junto também tendas para as equipes, suportes e abrigos para pneus, além de cases e carrinhos para transporte das peças e monitores para o pitwall. Sem esquecer do safety-car e do carro médico, um Maserati Quattroporte Sport GT Semi-Auto 4 Door e uma Ferrari 599GTB Semi-Auto Coupe.

David Hampson, executivo do serviço de avaliação da GoIndustry DoveBid, empresa responsável pela avaliação e  pela venda dos ativos, explicou como podem ser feitas as propostas. “As ofertas estão sendo aceitas para o pacote completo dos ativos, incluindo os direitos de propriedade intelectual dos logotipos e marcas da categoria A1 GP.”

Caso você seja filho do Eike Batista ou tenha sido sorteado recentemente pela Mega-Sena, é só mandar email para A1GP@go-dove.com.

Autor: - Categoria(s): A1GP Tags: , , , , ,
12/06/2009 - 13:25

A confiança de Lola, Lotus e Superfund

Compartilhe: Twitter

E a novela não acabou. Está mais longa do que a histórica “Redenção”.

Pois bem, além dos comunicados da Ferrari, Red Bull e Toro Rosso, dizendo que não mudaram suas posições, e da Campos, USF1 e a surpreendente Manor, falando que estão vibrando por entrarem na F1, também vimos as notas de Superfund, Lola e Lotus. A única que falou abertamente em decepção foi a Lotus. As outras nem se mostraram muito preocupadas. Mas as três estão com a mesma posição: vão esperar a próxima sexta-feira para ver o que vai acontecer na interminável briga entre FIA e Fota.

Os comunicados dessas equipes me dão a impressão de que Max Mosley não vai arredar pé. O que me parece contraditório, já que o presidente da FIA mandou uma carta para a Fota praticamente implorando o perdão dos atuais times da F1. Superfund, Lola e Lotus estão muito confiantes… do tipo “se sobrar uma brecha, eu pego, mesmo”. Essas escuderias estão aguardando pela desistência de alguém, como se Mosley já tivesse avisado que vai acabar sobrando alguns lugares.

Essa não é a lista definitiva, coisa que está clara até pelos inúmeros asteriscos. Tratemos como provisória. Porque eu acho que vai mudar. E muito!

Marcus Lellis

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , , ,
Voltar ao topo