iG

Publicidade

Publicidade

12/10/2011 - 17:38

O caminho dos iniciantes do motociclismo

Compartilhe: Twitter

Juliana Tesser [@JulianaTesser]

O circuito de Aragón recebeu nos últimos três dias centenas de jovens que buscavam uma chance no Red Bull Rookies Cup, competição que reúne pilotos entre 13 e 16 anos e que corre nos mesmos dias da maioria das provas europeias do calendário da MotoGP.

Após se inscreverem pela internet, 106 pilotos de 24 nações foram selecionados para os três dias de testes no circuito espanhol. Os exercícios estavam divididos em duas sessões diárias utilizando motos idênticas de 125cc, similares as que são utilizadas na categoria inicial do Mundial de Motovelocidade.

Ao final da atividade, dez pilotos foram selecionados para participar da competição no ano que vem:

Nicolò Castellini (Itália)

Simon Danilo (França)

Karel Hanika (República Tcheca)

María Herrera (Espanha)

Livio Loi (Bélgica)

Stefano Manzi (Itália)

Jorge Martín (Espanha)

Diego Perez (Espanha)

Bradley Ray (Reino Unido)

Filippo Scalbi (Itália)

Jordan Weaving (África do Sul)

Entre os jovens que participaram da seleção, estava Michel Velludo, único brasileiro aceito pela organização para disputar a vaga na competição.

Apesar de não ter conquistado um lugar no campeonato, Michel, que participa do Racing Festival na categoria CB300R, pode se orgulhar de ter sido o único brasileiro a participar da disputa.

Com toda certeza, Velludo não contou com um motociclismo forte, bem estruturado e conhecido por formar campeões. O Brasil, ao contrário de Espanha, Itália e Reino Unido – países de onde vieram a maior parte dos inscritos na disputa -, não possui uma estrutura para iniciantes e está muito longe do que se espera de país que quer formar campeões.

Mas essa é outra história…

Autor: - Categoria(s): MotoGP Tags: , , ,
Voltar ao topo