Publicidade

Publicidade

21/12/2009 - 11:27

Prost-Renault só pode ser falta de assunto

Compartilhe: Twitter

A1France

Felipe Paranhos

Posso estar errado, mas me incomodo pacas com a especulação nesse período de pós-temporada. Tem dias que surgem notícias muito legais, mas em outros.. Agora é a vez dessa do Nicolas Prost [foto] como reserva da Renault. Surgiu na quinta ou na sexta, num site francês pouco conhecido.

Pode ser verdade e tudo, já que piloto reserva hoje é cargo decorativo, mas por que o Prost? É um cara de 28 anos, que não correu de fórmula em 2009 depois da A1GP —  e, nesta, teve como melhor resultado um sexto lugar. Ganhou a F3000 em 2008, mas é algo que conta muito pouco, já que, além de a categoria viver decadência [tanto que agora mudou seu nome], foi, dos 22 pilotos que correram, um dos únicos 4 a disputarem todas as etapas. O Luiz Razia, por exemplo, ficou oito pontos atrás tendo ficado uma rodada [duas corridas] fora.

A Renault tem em seu programa de jovens pilotos Charles Pic, Davide Valsecchi e Marco Sørensen. O dinamarquês não seria uma opção viável ainda, mas Pic foi terceiro colocado nesta temporada da World Series com só 19 anos e está correndo a GP2 Ásia, e Valsecchi é apoiado pela equipe há tempos, é experiente e corre na GP2.

Aí vocês me dizem: ah, mas o Genii, novo parceiro da Renault, é vinculado à Gravity Sport Management, que é uma empresa que agencia pilotos, então os três mencionados devem ser descartados.

Ué, mas a empresa não vai preferir colocar o D’Ambrosio, o Vietoris, o Ho-Pin Tung? Por que o Prost? Se o cara não serviu de jogada de marketing a vida inteira, vai servir aos 28 anos?

Se for verdade, não é bom negócio. Mas não deve ser verdade. Não pode ser.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
Voltar ao topo