Publicidade

Publicidade

21/06/2009 - 10:31

Mágica no absurdo

Compartilhe: Twitter

Alguns aqui já sabem que eu adoro a GP2. Se pudesse, cobriria todas as corridas. A semelhança entre os carros e no nível dos pilotos, quase sempre talentosos e inconstantes, costuma deixar as corridas mais imprevisíveis e emocionantes — não foi o caso de hoje, segundo o relato do Chico.

Mas é impressionante como o formato da categoria prejudica quem assiste. Primeiro: em todas as classificações, há punição por bloqueio — aquela quando um piloto atrapalha a volta do outro. Por motivos óbvios: são 26 carros para fazer seus tempos em meia hora. Não dá outra. Mas os caras preferem dar punição a mudar o formato do treino classificatório.

Da mesma forma, deram punição a mil carros em Mônaco por cruzar a Sainte-Dévote na largada. Só que a sanção saiu oito horas depois do fim da prova. É brincadeira, né? Não querem que ninguém assista…

Ainda assim, os rapazes fazem da categoria a mais legal hoje em dia. Aos poucos, inclusive, esta temporada vai se aproximando da normalidade, com Romain Grosjean fazendo suas besteiras e Lucas Di Grassi se aproximando aos poucos. Grosjean tem 40 pontos, seu companheiro Vitaly Petrov 33, Pastor Maldonado e Nico Hülkenberg — ambos da ascendente ART — 26, Di Grassi 24.

A diferença entre Grosjean e Lucas, que já foi de 18, 23 e 15 pontos, é agora de 16. O carro da Campos Addax é, neste ano, o melhor disparado. A Racing Engineering caiu um pouco, como tem acontecido com as equipes que ganham campeonatos — vide ART pós-Hamilton/2006 e iSport pós-Glock/2007. Ainda assim, acho que a temporada vai ficar mais acirrada daqui pra frente. Veremos, pois.

Quem vocês acham que leva a GP2 neste ano?

[Felipe Paranhos]

Autor: - Categoria(s): GP2 Tags: , , , , ,
Voltar ao topo