Publicidade

Publicidade

04/07/2011 - 17:04

As palavras da JL

Compartilhe: Twitter

JULIANA TESSER [@JulianaTesser]
de São Paulo

Na tarde desta segunda-feira (4) o Grande Prêmio entrou em contato com Zeca Giaffone, diretor da JL, a empresa que é responsável pelos carros e motores utilizados na Stock Car, para obter mais informações sobre o que teria causado o incêndio no carro de Tuka Rocha na etapa do Rio de Janeiro, realizada ontem (3) no autódromo de Jacarepaguá.

Zeca afirmou que no final do dia de hoje a JL emitirá um comunicado à imprensa falando sobre os resultados da investigação. Giaffone não quis adiantar nenhuma informação, mas quando perguntado se foi surpreendido pela velocidade e as proporções do incêndio no carro da Vogel disse que um estudo mais aprofundado ainda será necessário.

“Na verdade a gente tem que entender certinho o que pegou fogo para saber o motivo de ter pegado tanto fogo daquele jeito”, afirmou o diretor da JL. “Então sem a gente ter um estudo legal, sem saber exatamente o que ocorreu, é difícil falar qualquer coisa”, finalizou.

Autor: - Categoria(s): Stock Car Tags: , , ,
29/03/2011 - 13:19

Um gesto de honra

Compartilhe: Twitter


FERNANDO SILVA

SUMARÉ — Um aniversário de 30 anos não pode passar em branco. Ainda mais se for relacionado a um fato histórico, desses que jamais seriam vistos atualmente. Refiro-me ao GP do Brasil de 1981. À época, tinha apenas um ano de idade, um ano e 17 dias, para ser mais exato. Mas depois, acompanhando a F1 e suas histórias fantásticas, soube que essa corrida marcou época. Foi o dia que um piloto virou as costas para a execução de um jogo de equipe, injustificável em um começo de temporada.

Num gesto de macheza, orgulho ou simplesmente amor pelo esporte, Carlos Reutemann não se curvou aos apelos que vinham dos boxes da Williams, que pedia incessantemente para que o piloto abrisse passagem para o companheiro de equipe Alan Jones, tido como primeiro piloto, e venceu a prova debaixo de muita chuva em Jacarepaguá, que viveu bons tempos na década de 80, ao contrário de hoje.

Jones havia sido campeão em 80 superando Nelson Piquet. Era natural que o australiano fosse eleito como primeiro piloto da Williams, que à época contava com patrocínio maciço de empresas da Arábia Saudita. Mas a dupla do time britânico era muito forte, e Reutemann sempre contou com um retrospecto vencedor: foram 12 vezes no lugar mais alto do pódio desde sua estreia em 1972. Apesar de Alan ser o preferido de Frank Williams, o argentino não se intimidou com o colega de time.

O oceânico começou 1980 vencendo o GP dos Estados Unidos, que era tradicionalmente disputado em Long Beach, que hoje sedia a etapa mais importante da Indy depois de Indianápolis e Las Vegas. Jones viu o companheiro cruzar a linha de chegada em segundo, enquanto o rival Piquet foi o terceiro. A vantagem de cinco pontos para o piloto da Brabham com apenas uma prova realizada foi o suficiente para a Williams optar pelo campeão em detrimento de Reutemann, que jamais aceitou tal condição.

A resposta do argentino aconteceu duas semanas depois, no Rio de Janeiro. Lole, como é conhecido até hoje, já havia vencido a prova em Jacarepaguá três anos antes e se dava melhor na pista do que Jones, que jamais ganhou no Brasil. Melhor que Reutemann, só Piquet, que garantiu a pole-position daquela etapa.

Mas o brasileiro optou por pneus para pista seca, mesmo com o asfalto molhado. Carlos pulou para a ponta, seguido sempre por Jones. O argentino liderou de ponta à ponta e desobedeceu, ignorou mesmo as placas de sua equipe que pediam para trocar de posição com o então número 1 do mundo, vencendo a corrida com autoridade. A coragem de Reutemann causou desconforto na Williams, que praticamente não esteve presente à festa de premiação. Jones foi ainda pior e se ausentou do pódio em Jacarepaguá.

Infelizmente, o gesto de Reutemann — hoje Senador da República pela província de Santa Fé — atualmente é considerado areia no deserto. Coincidência ou não, dois brasileiros — Rubens Barrichello e Felipe Massa — abriram mão de suas vitórias recentemente para oferecê-las a seus respectivos companheiros de equipe, Michael Schumacher e Fernando Alonso, sempre pela Ferrari. À época, ambos alegaram profissionalismo para adotar tal postura, que é injustificável aos olhos do torcedor. O gesto de Lole foi, é e será sempre incomparável, imortal.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
30/11/2010 - 09:40

Dacar in Rio

Compartilhe: Twitter

FERNANDO SILVA [@fernandomagall]

Em tempos de recesso nas categorias principais do automobilismo mundial, o foco do esporte a motor no fim do ano e começo de 2011 será o Rali Dacar, que de 32 edições, terá a terceira consecutiva disputada entre Argentina e Chile, com os competidores cruzando o desafiador deserto do Atacama.

Para 2012, a rota da maior competição off-road do planeta tem grandes chances de ser alterada, e o Brasil pode ver a largada do mítico rali no Rio de Janeiro. Em matéria divulgada pela revista portenha ‘Corsa’, Etienne Lavigne, diretor do Dacar, admitiu que a prova pode cruzar praticamente todo o continente sul-americano, passando também por Paraguai, Peru, além de Argentina e Chile.

Segundo o dirigente francês, uma das possibilidades de trajeto do novo Dacar em 2012 é que a largada aconteça no Rio de Janeiro, e a chegada, em Lima, capital peruana.

A ideia de integrar a América do Sul por meio de uma competição da magnitude do Dacar, por si só, é muito interessante. O Rio de Janeiro sofre com a falta de uma grande arena para o automobilismo, uma vez que Jacarepaguá deixará de existir muito em breve, e Deodoro ainda é apenas mais um projeto. O Dacar serviria como alento para os fãs brasileiros e cariocas que sentem falta de mais competições de alto nível na Cidade Maravilhosa. Antes palco de provas da F1, Indy e Mundial de Motovelocidade, Jacarepaguá hoje é palco apenas da Stock Car, Racing Festival e campeonatos regionais. Muito pouco para o potencial do Rio. Muito pouco.

Estou na torcida para que o Dacar venha para o Brasil e para o Rio. Alavancaria ainda mais o esporte no país, assim como acontece hoje na Argentina, responsável pelo maior número de inscritos na edição 2011 do Dacar, 85.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , ,
31/05/2010 - 15:16

Restarão só lembranças*

Compartilhe: Twitter

Foi bonito, o Racing Festival. Gostoso de cobrir, principalmente para mim, que estou caminhando ainda. Mas foi mais bonito ainda porque mostrou mais uma vez que, para se ter uma boa corrida em Jacarepaguá, meio autódromo é suficiente. Por mais mutilada que esteja, a pista do Rio ainda proporciona ótimas corridas.

Foi assim em todas as baterias de todas as categorias. Definição, mesmo, só na bandeirada. O público até compareceu em bom número, se levarmos em consideração o belíssimo domingão de sol que fez no Rio. Sim, eu sou carioca, e sei o quanto um domingo de sol é altamente tentador nessa cidade…

Mas voltemos para a corrida. A cada evento que se tem em Jacarepaguá, fica mais nítido que desativar o autódromo será um dos maiores lamentos da história do automobilismo nacional. Até mesmo o único piloto estrangeiro correndo aqui neste fim de semana, o argentino Roberto Curia Jr., de 17 anos, disse que a decisão das nossas autoridades era um verdadeiro equívoco, pois se tratava de um ótimo circuito.

Alguns, aliás, só ficaram sabendo que o que sobrou de Jacarepaguá vai ser transformado em complexos e mais complexos esportivos para as Olimpíadas de 2016 durante o fim de semana, e demonstraram muita insatisfação com a notícia. Insatisfação não só por saberem que será uma pista a menos no Brasil para eles correrem, mas por saberem que justamente a pista onde a maioria deles estreou nos monopostos vai simplesmente desaparecer.

Claro que alguns devem estar lendo e pensando “ah, já está todo ferrado mesmo, que acabe logo”. Também pensava assim, mas esse fim de semana me fez olhar com outros olhos para o autódromo da minha cidade, que guarda ótimas lembranças dos áureos anos 80 da F1, e marcou o primeiro passo dessa molecada que está sedenta por um lugar ao sol dentro de um esporte tão seletivo.

Mas não há muito que fazer, infelizmente. Mesmo que Deodoro saia do papel, o que eu du-vi-do, nada será como Jacarepaguá. Que fiquemos com as lembranças, então. E quem não conhece, que corra logo: sinto que este ano pode, de fato, ser o último.

Luana Marino

* Obrigada ao leitor  que sinalizou o errinho de concordância no título. Valeu!

Autor: - Categoria(s): F1, Trofeo Linea Tags: , , , ,
18/05/2010 - 11:45

Racing Festival: os ingressos

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Os ingressos para a etapa de abertura do Trofeo Linea, da F-Future Fiat e do Hornet Super Sport 600, no último fim de semana do mês, já estão disponíveis para retirada no Rio de Janeiro. As corridas acontecerão em Jacarepaguá, como se sabe, mas os bilhetes podem ser adquiridos gratuitamente em 60 diferentes locais. Vejam:

Concessionárias Fiat

Azzurra Veículos – Estrada do Dendê, 15 – Ilha do Governador
Brilhauto Veículos – Avenida Dom Hélder Câmara, 4.977 – Cachambi
DRM Veículos – Rua Oliveira Botelho, 349 – São Gonçalo
Fiat Azzurra (Botafogo) – Rua General Polidoro, 81 – Botafogo
Fiat Azzurra (Penha) – Avenida Lobo Júnior, 791 – Penha Circular
Fiat Azzurra (Ramos) – Avenida Brasil, 8.685 – Ramos
Itavema (Botafogo) – Rua Real Grandeza, 96 – Botafogo
Itavema (Méier) – Rua 24 de Maio, 833 – Sampaio
Itavema (São Conrado) – Estrada da Gávea, 599 – São Conrado
Jolecar – Avenida Vicente Carvalho, 1.500 – Penha Circular
Milocar (Campinho) – Estrada Intendente Magalhães, 336 – Campinho
Milocar (São Cristóvão) – Avenida Francisco Bicalho, 234 – São Cristóvão
Roma Automóveis – Rua São Francisco Xavier, 697 – Maracanã

Postos Shell Credenciados

Avenida das Américas, 6.137 – Barra da Tijuca
Avenida das Américas, 1.600 – Barra da Tijuca
Avenida Olegário Maciel, 319 – Barra da Tijuca
Rua Afonso Taunay, 801 – Barra da Tijuca
Avenida Repórter Nestor Moreira, 41 – Botafogo
Rua São Clemente, 307 – Botafogo
Avenida Brasil, 1.960 – Caju
Avenida Duque de Caxias, 570 – Centro
Avenida Mem de Sá, 225 – Centro
Avenida Mem de Sá, 55 – Centro
Avenida Nilo Peçanha, 1.380 – Centro
Rua Tenente Cleto Campelo, 441- Cocotá
Rua Francisco Otaviano, 76 – Copacabana
Rua São Francisco Xavier, 619 – Francisco Xavier
Estrada do Pau ferro, s/n – Freguesia
Estrada do Galeão, 2.870 – Ilha do Governador
Estrada do Galeão, 5.340 – Ilha do Governador
Rua Jaime Perdigão, 806 – Ilha do Governador
Avenida Ayrton Senna, 3.419 – Jacarepaguá
Estrada Bandeirantes, 1531 – Jacarepaguá
Estrada Rodrigues Caldas, 1.333 – Jacarepaguá
Rua Marechal Floriano, 793 – Jardim 25 de Agosto
Avenida Epitácio Pessoa, 4.630 – Lagoa
Rua San Martin, 697 – Leblon
Rua Luiz Câmara, 90 – Ramos
Avenida Brasil, 8.565 – Ramos
Avenida das Américas, 11.555 – Recreio dos Bandeirantes
Avenida das Américas, 17.552 – Recreio dos Bandeirantes
Avenida das Américas, 16.747 – Recreio dos Bandeirantes
Avenida Paulo de Frontin, 361 – Rio Comprido
Estrada da Gávea, 820 a 850 – São Conrado

Concessionárias Moto Honda

Dicasa (Centro) – Rua das Marrecas – Centro
Dicasa (Itaboraí) – Rodovia RJ 104, 3.980 – Itaboraí
Dicasa (Magé) – Avenida Nossa Senhora da Piedade, 75 – Magé
Dicasa (Niterói) – Alameda São Boaventura, 1161 – Niterói
Dicasa (São Gonçalo) – Rua Capitão Juvenal Figueiredo, 3.150 – São Gonçalo
Motocar (Botafogo) – Rua Sorocaba, 696 – Botafogo
Motocar (Campo Grande) – Estrada das Capoeiras, 684 – Campo Grande
Motocar (Duque de Caxias) – Avenida Brigadeiro Lima e Silva, 1.037 – Duque de Caxias
Motocar (Nova Iguaçu) – Rua Carlos marques Rollo, 630 – Nova Iguaçu
Motocar (Tijuca) – Rua Haddock Lobo, 403 – Tijuca
Motocar Rio – Avenida Vicente de Carvalho, 739 – Vicente de Carvalho
Motoclean – Estrada do Tindiba, 851 – Jacarepaguá
Recreio Motos (Angra dos Reis) – Rua José Belmiro da Paixão, 68 – Angra dos Reis
Recreio Motos (Bangu) – Rua Francisco Real, 1.001 – Bangu
Recreio Motos (Itaguaí) – Estrada Deputado Octávio Cabral, Lote 3E – Itaguaí
Rota H – Rua Pedro Américo, 59 – Catete
Safeway (Barra da Tijuca) – Avenida das Américas, 2.000 – Barra da Tijuca
Safeway (Nilópolis) – Avenida Getúlio Vargas, 1.739 – Nilópolis

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags: , , , , ,
Voltar ao topo