Publicidade

Publicidade

26/07/2011 - 15:35

Pro forma

Compartilhe: Twitter

FELIPE PARANHOS [@felipeparanhos]
de Salvador

O assunto é da semana passada, é verdade, mas fiquei de comentar aqui. A Ferrari anunciou que Sergio Pérez e Jules Bianchi vão correr “um contra o outro” — palavras de Luca Baldisserri, diretor da Academia de Pilotos da Ferrari —,  em um teste da equipe em Mugello ou Fiorano. Felipe Massa tem contrato até 2012, então não se trata de um vestibular para o lugar do brasileiro no ano que vem.

Mas é, sem dúvida, para demonstrar quem sai na frente pela vaga. Ouvi que o teste não quer dizer nada, porque a Ferrari não tem tradição de contratar novatos. Mas a Academia não existia no passado. No fundo, acho que é uma forma de “validar” a escolha por Pérez, porque Bianchi está decepcionando na GP2 e o mexicano já tem a experiência com um F1. Portanto, dificilmente o francês vai vencer o duelo.

O último jovem que a Ferrari contratou foi Felipe Massa, que, inclusive, fez o primeiro ano de F1 na Sauber. Sei não, mas acho que em 2013 teremos o logo azul da Telmex no carro vermelho da Ferrari…

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
12/01/2011 - 13:09

Certeira

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Em tempos de escassez de patrocínio, casos como esse chamam a atenção. A Certina, fabricante suíça de relógios, renovou o contrato com a Sauber. A empresa apóia o time de Peter Sauber desde 2005-2006, na entrada da BMW.

Pegou os tempos de sucesso, a primeira pole, a primeira vitória do time. E foi o único patrocinador fixo que ficou na equipe para o período de escassez, com a saída da montadora suíça alemã no fim de 2009. Todo mundo pulou fora, o carro da Sauber ficou totalmente branco, uns Burger Kings da vida apareceram ao longo do ano, mas a Certina ficou — primeiro nos retrovisores, depois nos capacetes.

Agora, a Sauber dá passo importante para se reerguer com a contratação do telefonicamente endinheirado Sergio Pérez. E a Certina continua lá, apoiando uma equipe suíça como ela, angariando simpatia por sua marca.

Caso raro.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,
07/10/2010 - 04:58

Questão de bom senso

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

Peter Sauber é dono, chefe e principal porta-voz da equipe que leva seu nome na F1.

(Já repararam que quase ninguém mais fala em nome da equipe? O negócio é centralizado)

Suas funções, portanto, requerem que ele esteja ao lado do time em todos os GPs, acompanhando os trabalhos, dando seu ponto de vista — enfim, cuidando decentemente da empresa.

Mas Peter não está em Suzuka para o GP do Japão. Vai a um casamento.

O leitor se pergunta que raio de chefe é esse.

É que o casamento é de Carlos Slim Domit, presidente da Telmex, principal patrocinadora da Sauber em 2011. Domit junta os trapinhos milionários com María Elena Torruco neste fim de semana.

É, Peter, boa escolha. Aproveita e dá uma passada em Acapulco.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , , ,
13/09/2010 - 12:48

Troca-troca na F1

Compartilhe: Twitter


FERNANDO SILVA

Enquanto Nick Heidfeld está cotado para assumir o posto de Pedro de la Rosa na Sauber nas últimas cinco provas da atual temporada, o espanhol pode fazer o caminho inverso, trocar de lugar com o germânico e se tornar o novo piloto de testes da Pirelli, que voltará em 2011 como fornecedora exclusiva de pneus da F1. A informação é do site ‘Motorsport.com’.

Heidfeld já realizou dois testes com os novos pneus da Pirelli a bordo do T109, o carro com o qual a ex-equipe Toyota disputou a temporada do ano passado. Segundo a revista alemã ‘Auto Motor und Sport’, o piloto participará de mais uma bateria de testes com a fabricante italiana na Espanha nesta semana.

Apontado como substituito de De la Rosa na Sauber até o fim de 2010, Nick poderá ver o espanhol ocupar seu posto na Pirelli. De acordo com o site, o veterano de 39 anos é considerado o substituto ideal, graças aos sete anos como piloto titular, além da experiência como test-driver da McLaren.

A revista alemã diz que o espanhol já foi cotado para ser substituído por Heidfeld na Sauber ainda em junho, após a execução do GP da Inglaterra. No entanto, a boa participação de De la Rosa na etapa seguinte do Mundial, em Valência, fez a equipe helvética mudar os planos. Questionado sobre o retorno do germânico à equipe pela qual disputou 50 GPs entre 2001 e 2003, Peter Sauber preferiu não comentar a notícia. Mas onde há fumaça…

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
23/04/2010 - 22:55

Sem patrocínio não vai

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

O nome mantido da BMW não ajudou, Kobayashi disse que não tinha dinheiro, De la Rosa não levou tanto… Hum… Talvez essa história de o Peter Sauber recorrer a pilotos pagantes como Pastor Maldonado e Luca Filippi faça sentido, hein?

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , ,
06/01/2010 - 11:13

Uma pergunta

Compartilhe: Twitter

A dúvida surgiu na última terça-feira (5). Foi levemente solucionada pela Sauber na manhã desta quarta (6). Mas a pergunta ainda vale: as equipes estão esperando o quê para anunciar a data do lançamento de seus carros 2010?

O planejamento dos times para esta temporada está bem atrasado. Os treinos coletivos começam daqui a menos de um mês, e ainda nem sabemos quando os modelos das escuderias serão revelados.

Marcus Lellis – @marcuslellis

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , , , , ,
23/11/2009 - 11:30

Acordo entre Sauber e Qadbak está próximo do fim, garante jornal

Compartilhe: Twitter

Semanário “Sonntagszeitung”, da Suíça, disse consórcio que comprou equipe tem problemas de financiamento

Tudo parecia certo para que a Sauber assumisse a vaga da Toyota como 13ª equipe da F1 em 2010 após o anúncio de saída dos nipônicos. Entretanto, de acordo com o jornal semanal “Sonntagszeitung”, a situação do time suíço não é das mais tranquilas: o periódico afirmou neste domingo (22) que o consórcio Qadbak, que comprou o time, não conta com financimaneto de ricas famílias do Oriente Médio, como se dizia.

Segundo o jornal suíço, a Qadbak não conseguiu comprovar que tem o financiamento necessário para manter a Sauber funcionando e, por isso, a FIA tem hesitado em garantir o time no grid de 2010. Além disso, o “Sonntagszeitung” destacou que Russel King, nome por trás do grupo de investimento, passou algum tempo na prisão por fraude envolvendo seguros e teve seus bens congelados — situação que causou surpresa no departamento legal da BMW.

Com isso, o futuro da Sauber segue indefinido após a decisão da montadora alemã de deixar a F1. O chefe de equipe Mario Theissen disse à revista “Autosport” que tudo continua igual. “A situação não mudou. O time ainda não tem uma vaga no grid. Esperamos conseguir uma, mas nada ainda foi feito. E, obviamente, o atraso torna mais difícil negociar com pilotos e patrocinadores.”

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , ,
Voltar ao topo