Publicidade

Publicidade

07/06/2010 - 09:13

O clique certeiro, o risco corrido

Compartilhe: Twitter

Felipe Paranhos

O acidente de Simona de Silvestro foi o mais preocupante do último GP do Texas, graças à inoperância e ao amadorismo mostrado pelos fiscais da prova, cometendo um erro que poderia ter custado a vida da suíça. Mas outro incidente me chamou a atenção: a batida entre Mario Moraes e Helio Castroneves — não pelo toque entre os dois, mas pelo perigo que correram.

Este risco é inerente à Indy e aos ovais em geral. Assim já morreu Paul Dana e já perdeu as pernas Alex Zanardi. Bertrand Baguette conseguiu diminuir a velocidade antes de chegar aos dois brasileiros, até por isso estava na faixa inferior da pista, mas este tipo de situação sempre me arrepia.

Para mim, a imagem do fim de semana foi capturada pelo Dú Cardim, com um mero print screen. Eis:

Autor: - Categoria(s): F-Indy Tags: , , , , , , ,
Voltar ao topo