Publicidade

Publicidade

27/12/2009 - 22:56

O fim do silêncio

Compartilhe: Twitter

machineshop2-lg

Felipe Paranhos

A semana entre o Natal e o Ano-Novo, normalmente vazia, trouxe pelo menos uma boa notícia: a USF1 existe. Ok, ok, eu sei que eles já haviam mostrado imagens das instalações da equipe em Charlotte, mas foi com o lançamento do site oficial e a apresentação em vídeo da construção do carro de 2010 que a desconfiança diminuiu.

USF1_FACEBOOK_LogoMas, se o silêncio acabou, o mesmo não se pode dizer do mistério. Ainda não há pilotos, embora um deles deva ser José María López, e os outros rumores apontam para os mesmos nomes de três meses atrás.  Como disse o Douglas Arruda nos comentários de um outro post, não me espantaria se visse o Sébastien Bourdais, quatro vezes campeão da finada Champ Car e bastante conhecido nos EUA, no outro carro. Poderia ser “o experiente” do time.

Por outro lado, o francês nunca teve nos patrocínios seu forte. E, com ou sem vídeo, a USF1 ainda não apresentou patrocinadores — atribuição de Chad Hurley, diretor-executivo do YouTube, e não está claro se a empresa vai estampar sua marca nos carros da equipe. Chad cuida dos negócios e da engenharia financeira, Peter Windsor e Ken Anderson tratam das soluções inerentes às pistas. Foi uma boa ideia.

Campos, Lotus e Virgin: acho que todas emplacam seus carros do Bahrein a Abu Dhabi. Da USF1, já não tenho tanta certeza, embora ache que também vai vingar, pelo menos no início da temporada.

Autor: - Categoria(s): F1 Tags: , , , ,
Voltar ao topo